Delegação internacional #FreeAlex Saab Solidariedade a caminho de Cabo Verde

2/06/2021 20:00 - Modificado em 2/06/2021 20:00
| Comentários fechados em Delegação internacional #FreeAlex Saab Solidariedade a caminho de Cabo Verde

De 3 a 6 de junho estará em cabo verde uma equipa de direitos humanos liderada pelo líder religioso cabo-verdiano, Dom Felipe Teixeira, ao lado do político cabo-verdiano Péricles Tavares e dos ativistas de direitos humanos Sara Flounders do International Action Centre e Roger Harris do Task Force nas Américas, numa “cruzada contra a injustiça, contra a arbitrariedade, contra as violações dos direitos humanos.”

Detido pela Interpol e pelas autoridades cabo-verdianas no dia 12 de junho de 2020, no Aeroporto Internacional da ilha do Sal, em Cabo Verde, quando o seu avião fez uma paragem para reabastecimento sob a acusação “lavagem de instrumentos monetários” (considerado pelos EUA como “testa-de-ferro” do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro).

Porém o Governo venezuelano considerou a detenção de Alex Saab “ilegal” e “arbitrária” alegando que o empresário estaria em missão oficial, com passaporte diplomático e, logo, com imunidade diplomática. Uma detenção também considerada como uma “violação do direito e das normas internacionais”.

Apesar da sua vasta equipa de defesa constituída não só a nível internacional pelo o antigo juiz espanhol Baltasar Garzón (atualmente) advogado, mas também em Cabo Verde pelos advogados José Manuel Pinto Monteiro e João do Rosário, alegar que o aviso de detenção ter sido um dia depois de esta ter acontecido no Aeroporto Amílcar Cabral, e que terá sido, entretanto, retirado. Os Estados Unidos formalizaram o pedido de extradição de Alex Saab nos primeiros dias de julho de 2020.

Uma situação que se arrasta apesar de Alex Saab estar alegadamente, detido em isolamento em situação de risco de vida (devido a luta contra o câncer) “Esta missão tem apenas um objetivo: justiça. Tem apenas uma força motriz: a fé nos direitos humanos. Esta missão é guiada pela consciência jurídica universal, que une e funda nações civilizadas.”

Campanha de solidariedade internacional

A campanha de solidariedade lançou uma petição de assinatura internacional apelando ao Presidente dos EUA Joseph Biden, ao Primeiro-Ministro cabo-verdiano Ulisses Correia e Silva e ao Presidente Jorge Carlos Fonseca a libertar Alex Saab e pôr termo ao processo de extradição ilegal.

Reforçam ainda que, “Por detrás do barulho das botas das autoridades cabo-verdianas, ouvimos, ainda mais assustador, o barulho dos chinelos dos cidadãos passivos. Estamos aqui para fazer ouvir outro barulho: o da justiça, o dos direitos humanos, o da dignidade humana.

Não jogamos à política. Mas lutaremos para que os direitos humanos de todas as pessoas no território de Cabo Verde sejam plenamente respeitados. Porque se tolerarmos que o nosso país, o nosso arquipélago e as nossas ilhas sejam utilizados para torturar, abusar, deter arbitrariamente, em nome de algumas potências estrangeiras, Cabo Verde será o próximo Guantánamo.”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.