Governo prorroga Estado de Calamidade em todas as ilhas. Brava entra para a lista

27/05/2021 20:24 - Modificado em 27/05/2021 20:24

O Governo cabo-verdiano voltou hoje a decretar o estado de calamidade por 30 dias em todas as ilhas, com a entrada da Brava, com medidas para limitar atividades como aglomerações de pessoas, para conter o aumento de novos casos de covid-19.

Entende o Governo que esta medida, publicada hoje no Boletim Oficial e que entra imediatamente em vigor, tem razões de fundo que haviam levado a que se decretasse a situação de calamidade nas ilhas de Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Sal, Boa Vista, Maio, Santiago e Fogo ainda se mantêm, pelo que entende dever prorrogar este quadro, “por forma a que se garanta a manutenção das medidas de prevenção e contenção” da COVID-19 no país.

“Do mesmo modo, entende-se que a situação epidemiológica na Brava, justifica seja decretada a situação de calamidade”, acrescenta o governo na Resolução 59/2021 publicada hoje no Boletim Oficial.

O mesmo assegura que esta medida visa sobretudo “continuar a minimizar os riscos de transmissão da infeção, bem como de salvaguardar a capacidade de resposta do sistema de saúde”, sendo que as novas medidas serão anunciadas amanhã, em conferência de imprensa, pelo primeiro-ministro, que se fará acompanhar do ministro da Administração Interna.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.