Bielorrússia: Ameaça de bomba foi enviada depois de avião ser desviado

27/05/2021 17:03 - Modificado em 27/05/2021 17:03

Email com a alegada ameaça do Hamas foi enviado 24 minutos depois das autoridades bielorrussas terem alertado a tripulação do avião.

© Reuters

Aameaça de bomba que as autoridades da Bielorrússia usaram como justificação para desviarem o avião da Ryanair que transportava o jornalista dissidente Roman Protasevich para Minsk, no passado domingo, foi enviado depois do avião ter sido desviado da sua rota, informou a empresa tecnológica suíça Proton Technologies AG, citada pela Reuters.

O email foi enviado 24 minutos depois de as autoridades bielorrussas terem avisado a tripulação do avião de que havia uma ameaça de bomba.

Esta era de resto uma informação que constava no email com a alegada ameaça do Hamas, que foi divulgado ontem pelo Dossier Center, um grupo de investigação sediado em Londres.

A Proton não quis entrar em pormenores sobre o conteúdo da mensagem, mas referiu à Reuters que não viu “provas credíveis de que os argumentos das autoridades bielorrussas sejam verdadeiros”.

De recordar que as autoridades da Bielorrússia justificaram a ordem para o avião aterrar no aeroporto de Minsk – o aparelho estava em espaço aéreo bielorrusso após ter descolado de Atenas, na Grécia, e tinha como destino Vilnius, na Lituânia – devido a uma ameaça da autoria do Hamas de que havia uma bomba a bordo.

Após o avião ter aterrado, as forças de segurança bielorrussas detiveram o jornalista Roman Protasevich e a sua namorada, Sofia Sapega.

O Hamas negou qualquer envolvimento na alegada ameaça de bomba ao avião, e o ato da Bielorrússia foi condenado pelos líderes europeus, que têm acusado o governo de Alexander Lukashenko de pirataria.

Nesta altura a União Europeia está a preparar novas sanções ao regime bielorrusso, que podem ter como alvo as exportações de potássio e a passagem de gás russo pelo país, duas importantes fontes de receita.

Por Fábio Nunes em Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.