Balanço mundial da Covid regista 3,47 milhões de mortos em todo o mundo

25/05/2021 11:56 - Modificado em 25/05/2021 11:56

A pandemia de SARS-CoV-2 fez pelo menos 3.475.079 mortos em todo o mundo desde que o vírus foi detetado na China em finais de dezembro de 2019, segundo um balanço da France-Presse com base em dados oficiais.

© Lusa

Mais de 167.197.690 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o princípio da crise sanitária.

Estes números têm como indicadores os balanços comunicados pelas autoridades de cada país, mas excluem as revisões realizadas posteriormente por alguns organismos estatísticos.

A Organização Mundial da Saúde estima, levando em conta o excesso da mortalidade direta e indireta vinculada ao covid-19 que o balanço da pandemia pode ser duas ou três vezes superiores aos números registados oficialmente, a nível global.

Uma parte significativa dos casos menos graves ou assintomáticos continuam por detetar apesar dos meios de despistagem terem sido intensificados em vários países.

Na segunda-feira registaram-se mais 9.968 óbitos e 481.857 novos casos em todo o mundo.

Os países que lamentam o maior número de mortos, nos últimos balanços, são a Índia com mais 3.511 óbitos, o Brasil (790) e a Colômbia (483). 

Os Estados Unidos são o país mais afetado tanto em número de mortos como de contágios, com 590.574 óbitos e 33.144.099 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. 

Depois dos Estados Unidos, os países mais atingidos são o Brasil com 449.858 mortos e 16.120.756 casos, a Índia com 307.321 mortos (26.948.874 casos), o México com 221.695 mortos (2.397.307 casos) e o Reino Unido com 127.724 mortos (4.464.900 casos). 

Entre os países mais duramente tocados, a Hungria é o que lamenta o maior número de mortos tendo em conta a população, com 306 mortos por 100 mil habitantes, seguido da República Checa (281), a Bósnia (279), a Macedónia do Norte (256) e a Bulgária (252).

A Europa totaliza até hoje 1.124.553 mortos e 52.495.810 casos, a América Latina e as Caraíbas 1.011.553 mortos (31.998.054 casos), Estados Unidos e Canadá 615.820 mortos (34.504.494 casos), Ásia 452.693 mortos (34.936.087 casos), Médio Oriente 140.739 mortos (8.445.494 casos), África 128.625 mortos (5.770.328 casos) e a Oceânia 1.096 mortos (47.790 casos).

Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da France-Presse junto das autoridades nacionais e com informações da OMS.

Devido a correções efetuadas pelas autoridades ou por causa de publicações tardias os números do aumento em 24 horas podem não corresponder exatamente aos que foram publicados na véspera. 

Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.