Sobe para 13 o número de mortos após queda de teleférico em Itália

23/05/2021 14:06 - Modificado em 23/05/2021 14:06
| Comentários fechados em Sobe para 13 o número de mortos após queda de teleférico em Itália

Há ainda dois feridos em estado considerado crítico, duas crianças de nove e cinco anos.

© Corpo Nazionale Soccorso Alpino e Speleologico (CNSAS)

Aqueda de uma cabina de teleférico, este domingo, causou pelo menos 13 mortos e dois feridos graves em Stresa, estação balnear do Piemonte nas margens do lago Maior, no norte de Itália.

Um porta-voz dos serviços de emergência, Walter Milan, havia indicado, primeiramente, que se contabilizavam oito mortes, número que foi entretanto revisto para nove e, agora, mais tarde, segundo o Corriere della Sera, para 13.

“Dois feridos foram transportados de urgência para o hospital pediátrico Regina Margherita de Turim”, disse, em declarações à agência France Presse, precisando tratar-se de duas crianças de nove e cinco anos.

O teleférico caiu perto do cume da linha Stressa-Mottarone e estava muito alto, indicou Milan ao canal italiano SkyTG24.

O acidente ocorreu cerca das 12h30 locais (11h30 em Lisboa) a 100 metros da estação do cume, segundo nota do Ministério das Infraestruturas, e ter-se-á devido a um cabo que se partiu, causando a queda da cabina, na qual se encontravam 11 pessoas, indicou a agência noticiosa italiana Ansa.

Imagens dos bombeiros e dos serviços de resgate alpinos mostram os destroços da cabina, que caiu numa zona arborizada, cuja forte inclinação dificulta o acesso.

O teleférico liga em 20 minutos a localidade de Stesa ao monte Mottarone, que culmina a quase 1.500 metros e oferece vistas espetaculares dos Alpes.

A estrutura esteve encerrada entre 2014 e 2016 para trabalhos de manutenção.

Por Notícias ao Minuto com Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.