Diretor clínico HBS: “Equipa do INEM é uma mais-valia” no combate da pandemia em São Vicente

18/05/2021 15:56 - Modificado em 18/05/2021 15:57

O diretor clínico do Hospital Baptista de Sousa (HBS), Paulo Almeida, garante que a equipa do INEM que está desde domingo, 16, em São Vicente é uma “mais-valia” para ajudar os profissionais de saúde de São Vicente no combate a covid-19.

De acordo com informações avançadas a este online por Paulo Almeida, a equipa de profissionais de saúde do INEM, das Forças Armadas e do Centro Hospitalar do Baixo Vouga é constituída por um médico com experiência em cuidados intensivos e dois enfermeiros com experiência em urgência e emergência e cuidados intensivos.

Estes profissionais de saúde vão permanecer em São Vicente por um período de duas semanas, onde vão capacitar profissionais de saúde da ilha com formações e analisarem as condições que existem nas estruturas de saúde, no combate a propagação da covid-19.

Segundo Paulo Almeida, a experiência e as situações adversar por que passaram estes profissionais de saúde em Portugal, servirão para capacitar os profissionais de saúde de São Vicente, em situações que requerem mais cuidados.

“Com certeza são uma mais-valia, porque já temos alguns materiais e precisamos de mais conhecimentos e recursos práticos. É uma doença nova e que nós aqui temos menos experiência sobre como atuar, e isso é muito importante para nós. Nós estamos a entrar numa fase que já passaram em Portugal, com muitas pessoas internadas. É sempre bom ter estes apoios” sustenta.

Sobre o ponto de situação da covid-19 em São Vicente, o diretor clínico do Hospital Baptista de Sousa (HBS), assegura-nos que a tendência é para uma “estabilização”, mas que ainda é preciso de mais tempo para ver a evolução da doença. “Ultimamente temos registados números mais ou menos altos” enfatiza.

A nossa fonte realça que neste momento a ilha tem 18 pessoas internados no Hospital Baptista de Sousa, mas que nenhum está entubado, mas alerta que por ser uma doença “imprevisível” a qualquer momento a situação poderá mudar.

“Somente por uma vez tivemos uma lotação das camas, mas neste momento a situação está estabilizada. Esperámos que continue desta forma” conclui.

São Vicente registou ontem mais 22 novos casos de covid-19 e ainda 39 recuperados, tendo 338 casos ativos. De realçar que chegaram no domingo, 16, a Cabo Verde, dois médicos e quatro enfermeiros do INEM para reforçar a capacidade de resposta à covid-19 dos hospitais centrais, localizados nas ilhas de Santiago e São Vicente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.