Ganha três milhões em duas raspadinhas e torna-se suspeito de batota

3/05/2021 16:51 - Modificado em 3/05/2021 16:51

Autoridades italianas consideram que se trata de um golpe de sorte demasiado bom para ser verdade.

© iStock

Em menos de três semanas, o brasileiro Ricardo T.G. tornou-se milionário, em Itália, onde agora vive.

O ladrilhador ganhou um milhão de euros numa raspadinha, a 4 de fevereiro, e 20 dias depois ganhou mais dois milhões, numa outra raspadinha, conta o Corriere della Serra.

Um golpe de sorte demasiado bom para ser verdade, considerou a justiça transalpina que decidiu investigar o homem.

Segundo as autoridades, as suspeitas começaram quando Ricardo foi levantar o dinheiro do primeiro prémio ao banco. Nessa altura, terá avisado quem o atendeu que este seria o primeiro de dois levantamentos milionários, o que leva a crer que este já sabia que um segundo prémio viria a caminho. Já Ricardo afirma que se terá tratado de um mal entendido, devido ao seu mau italiano.

As autoridades consideram também que o valor elevado de transferências bancárias que realizou recentemente são suspeitas e estão convictas de que o homem conhecerá alguém que trabalha na Lottomatica, a empresa que gere esta lotaria estatal, e que terão sido um ou dois cúmplices a revelarem os nomes das tabacarias para onde foram enviados os bilhetes vencedores.

Ricardo acredita que é “vítima” da sua própria sorte e acredita que os prémios que recebeu são a recompensa por ser um entusiasta do jogo, comprando, por diversas vezes, pacotes inteiros de raspadinhas.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.