Covid-19: Rússia com 300 mil casos ativos e situação tensa

2/05/2021 20:43 - Modificado em 2/05/2021 20:43

O ministro da Saúde da Rússia, Mikhail Murashko, afirmou hoje que existem atualmente mais de 300.000 casos ativos de covid-19 no país e que a situação epidémica “continua tensa”.

© Lusa

“A situação com o novo coronavírus continua a ser tensa. Mais de 300.000 pessoas doentes estão sob observação”, disse Murashko numa entrevista no canal de televisão estatal Rossiya-1.

Acrescentou que até 25% das pessoas que sobreviveram à covid-19 têm várias sequelas e 10% requerem hospitalização.

O ministro da Saúde insistiu que a obtenção da imunidade de grupo requer a vacinação de quase 70 milhões de pessoas, quase metade da população da Rússia.

“Cerca de nove milhões de russos receberam as duas doses da vacina e 13 milhões a primeira. Mas é necessário muito mais”, disse Murashko.

Por sua vez, a vice-primeira-ministra Tatiana Golikova disse hoje que entre 200.000 e 300.000 pessoas são vacinadas diariamente na Rússia, 47% das quais têm mais de 65 anos.

Segundo dados do comité governamental criado na Rússia para lidar com a pandemia, o país tem desde hoje 4,83 milhões de casos de covid-19 e 110.862 mortes por esta doença infecciosa.

Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.