Falso alarme na ameaça de bomba no aeroporto da Praia

23/04/2021 18:18 - Modificado em 23/04/2021 18:18
Foto: INFORPRESS

Na sequência de um alerta de bomba no Aeroporto Internacional Nelson Mandela na cidade da Praia, que levou à sua evacuação na manhã de hoje, a Polícia Nacional (PN), esclarece que após procedimentos do voo HC 208, da Air Senegal, com destino a Dakar, deteve um cidadão de nacionalidade senegalesa, que teria efetuado esta falsa ameaça de bomba.

A PN, em comunicado, esclarece que o cidadão em causa teria passado por todos os procedimentos de segurança de despiste de material perigoso e explosivos e que “não teria sido detetado nenhum artefacto ou elemento que causasse suspeitas”.

“O mesmo também já teria passado pelo controlo de fronteira e depois de já estar na sala de embarque, no momento de se dirigir ao avião teria declarado em voz alta que teria uma bomba” diz a PN.

A mesma fonte dá conta que “atuou de imediato, aplicando todos os procedimentos de segurança para o efeito”, analisando o indivíduo, bem como todas as bagagens e pertences, através de uma equipa anti-explosivos (RNBQ), “devidamente equipada e treinada para o efeito e não se constatou a existência de nenhum artefacto ou elemento explosivo, nem no detido, nem nos seus pertences e nem nas instalações do aeroporto”.

A PN sustenta que o cidadão senegalês foi detido e será presente às autoridades judiciarias competentes para os efeitos processuais, dentro dos prazos estipulados pela lei.

“A Polícia Nacional aproveita para informar a todos os cidadãos que o Aeroporto da Praia está seguro, detém equipas especializadas e equipamentos especializados para o efeito e que depois de todos os procedimentos securitários e preventivos, encontra-se a funcionar na normalidade e a operar os voos dentro dos parâmetros normais” conclui a Polícia Nacional.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.