TICV ainda sem programação de viagens para o mês de maio

22/04/2021 20:57 - Modificado em 22/04/2021 20:57

O director-geral da Transporte Interilhas de Cabo Verde (TICV), Luís Quinta, comunicou aos trabalhadores esta quinta-feira, que a companhia ainda se encontra sem voos à venda para o mês de Maio.

Luís Quinta, que cita problemas relacionados com a pandemia da covid-19, explicou o cenário da empresa aos funcionários em carta enviada hoje ao colectivo da TICV, confirmando a ausência de voos para o mês de Maio, através de contactos com algumas agências de viagens.

O director-geral da TICV, citado pela Agência Cabo-verdiana de Notícias, diz na nota aos trabalhadores que “todos sabem que ainda não há voos para o mês de Maio à venda e que, por esta razão, há várias semanas, mesmo meses”, que decorrem conversações entre os acionistas da empresa e o Governo para resolver a situação, que “passará por um conjunto de soluções a acordar” entre as partes.

“Temos que lembrar que já vai para mais de um ano que todos fomos afetados por esta pandemia e nunca recebemos um único apoio. Isto aliado à quebra de passageiros, não é sustentável para nenhuma companhia, como é óbvio, daí precisarmos de apoios financeiros e outros. Vários estados estão a apoiar o sector, pois, com muitas raras exceções, ninguém irá aguentar os dois ou três anos de crise que se preveem”, garante a mesma fonte.

Nisto aclara que todos estão a trabalhar, “infelizmente em velocidades diferentes”, mas diz crer que no início da próxima semana a situação já esteja ultrapassada. “Exorto os trabalhadores a continuarem a trabalhar bem, como sempre”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.