Piscina Oceânica na Lajinha ganha forma e será “segura”

21/04/2021 15:43 - Modificado em 21/04/2021 15:44

Depois do arranque, na quinta-feira passada, das obras de instalação da Piscina Oceânica e estrutura de apoio, na praia da Laginha, a mesma já começa a ganhar forma e é considerada “segura” para os frequentadores.

O projeto Piscina Oceânica do Mindelo, uma estrutura orçada em seis mil contos, investimento do Ministério da Economia Marítima (MEM), neste momento recebe obras no fundo do mar, onde os mergulhadores trabalham para que a mesma fique estável. 

Instalada na parte sul da praia da Lajinha, na zona mais protegida da agitação da maré, é por isso considerada pelos técnicos como “segura e tipicamente estudada” e que não colocará em risco a segurança das crianças e outras pessoas que passarão a frequentar o espaço.

De acordo com a equipa técnica cabo-verdiana, esta obra tem sido um “desafio interessante”, visto que é diferente de outros projetos que têm vindo a desenvolver no país, pelo facto de esta ficar no mar.

Durante os próximos dias serão fixadas as estruturas, colocação da rampa e do corrimão.

A Piscina Oceânica, foi anunciada durante a 3.ª edição da Cabo Verde Ocean Week, que decorreu no final do ano passado, deve ficar pronta brevemente.

Tem por principal objectivo facilitar o ensino da natação pelas escolas, daí ficar localizada naquela que é considerada a área mais segura da praia, ou seja, no recanto junto ao miradouro.

O MEM anunciou recentemente que este é um projeto piloto que deverá ser replicado em outras ilhas, na sequência das edições seguintes da Cabo Verde Ocean Week. Além da piscina está previsto a construção de um bar no miradouro, que será explorado por privados. Este espaço poderá servir de apoio ao desporto náutico e não pode vender bebidas alcoólicas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.