S. Vicente com nomeação definitiva de 43 professores para o quadro do Ministério da Educação – “Uma satisfação”

20/04/2021 22:00 - Modificado em 20/04/2021 22:01

Da publicação da lista de nomeação definitiva de trezentos e dois (302) professores das escolas secundárias/liceus e delegações do país, São Vicente conta nesta lista com 43 professores que agora fazem parte do quadro definitivo do Ministério da Educação.

Com grupos de 8, para evitar aglomerações, o Ministério da Educação (ME) iniciou esta semana, o processo de assinatura definitiva destes profissionais, que há muito aguardam por este momento.

Para a delegada de educação de São Vicente, Maria Helena Andrade, a entrada destes 43 profissionais do ensino desde o pré-escolar ao secundário, é um direito dos professores e significa uma maior estabilidade profissional e pessoal nas suas vidas, relembrando ainda que ser quadro do ME, é um “grande passo na carreira dos docentes”.

“Ser de quadro definitivo do Ministério da Educação é uma questão de dignidade da classe e da pessoa humana, porque o professor não é um prestador de serviços, pois exerce uma atividade laboral”, sublinha.

Helena Andrade lembra que havia professores que estavam a exercer a função há 4, 5 e até 15 anos e, no entanto, nunca entraram no quadro do Ministério da Educação, mas que agora já fazem parte.

O ministério também já conseguiu resolver praticamente quase todas as pendências dos profissionais dessa área que vem desde 2016, sustenta Andrade.

Através do Ministério da Educação, foi publicado no Boletim Oficial (B.O) a lista com a nomeação definitiva de trezentos e dois professores das Escolas Secundárias/Liceus e Delegações do Ministério da Educação ao abrigo dos n.ºs 1 e 2 do artigo 5º do Decreto-lei n.º 69/2015, de 12 de Dezembro.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.