Casa-se 4 vezes em 37 dias para ter (mais) férias. Aconteceu em Taiwan

15/04/2021 23:33 - Modificado em 15/04/2021 23:33
| Comentários fechados em Casa-se 4 vezes em 37 dias para ter (mais) férias. Aconteceu em Taiwan

Funcionário de um banco fez queixa quando a entidade empregadora percebeu o seu plano. No final, ainda recebeu uma indeminização.

© iStock

Que as pessoas desejam (muito) férias já não é novidade… mas o que este funcionário de um banco de Taiwan fez para as receber surpreende qualquer um. Passamos a explicar: a lei local dá oito dias de férias remuneradas a quem casar e, de modo a ter direito a mais, o homem ‘engendrou’ um plano – casou quatro vezes (e divorciou-se três) no espaço de apenas 37 dias. 

Assim, o trabalhador casou com a companheira e, ao oitavo dia, divorciou-se. E o plano repetiu-se: no dia seguinte ao divórcio, deu de novo o nó com a mesma mulher… para poder voltar a pedir mais oito dias fora do escritório, contam os meios locais

Quando o banco deu conta do que o seu empregado estava a fazer, recusou-se a dar-lhe mais dias – a soma de lua de mel remunerada já ia em 32 dias após quatro casamentos. 

Ao ver as suas expectativas goradas, o homem decidiu apresentar queixa do seu chefe, acusando a entidade empregadora de não estar a cumprir a lei. E, após ponderação… o governo deu-lhe razão. 

Não só o empregado recebeu os dias de férias remuneradas devidas pelos (sucessivos) casamentos, como ainda recebeu uma indeminização. 

O caso levantou o debate no país acerca das leis laborais locais. 

Por NM

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.