ARES retira acreditação ao curso de Ciências da Comunicação da Universidade Lusófona

14/04/2021 15:26 - Modificado em 14/04/2021 15:27
| Comentários fechados em ARES retira acreditação ao curso de Ciências da Comunicação da Universidade Lusófona

A Agência Reguladora do Ensino Superior (ARES) justifica a medida de cancelamento da acreditação e do registo, a partir do ano letivo 2021/2022 do referido ciclo de estudos “pela não observância dos critérios científicos e pedagógicos que justificaram a acreditação e registo do ciclo de estudos”, nos termos do artigo 73º do RJGDES, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 22/2012, de 07 de agosto

A decisão saiu do Conselho de Administração da Agência Reguladora do Ensino Superior, reunido no dia 7 de abril, para deliberar sobre o resultado do processo associado à Ação Inspetiva e de Fiscalização, realizada ao ciclo de estudos da Licenciatura em Ciências da Comunicação, da Universidade Lusófona de Cabo Verde (ULCV), na sede em São Vicente, efetuada nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

A referida ação inspetiva/fiscalização teve origem nas queixas dos estudantes do ciclo de estudos acima referido, reclamando de falta de condições na ULCV para a conclusão do curso.

“A 10 de março de 2021 a ARES recebeu o Relatório da Ação Inspetiva e de Fiscalização, elaborado pelo Inspetor da Educação, Dr. Mário da Lomba Lopes. A 18 de Março de 2021, o relatório foi encaminhado à Cooperativa de Formação e Animação Cultural, CRLSucursal de Cabo Verde (COFAC), entidade instituidora da ULCV, e solicitado o respetivo contraditório, a ser exercido no prazo de dez (10) dias úteis, tendo sido rececionado pela ARES a 05 de abril de 2021”.

No entanto a instituição esclarece que o ciclo de estudos possa continuar a funcionar de acordo com o calendário letivo específico, para a conclusão da Licenciatura em Ciências da Comunicação, com data de início e de término, entre abril e setembro de 2021.

“O calendário aprovado pelo órgão da ULCV competente deve ser enviado para a ARES para conhecimento e monitorização e que o período referido no ponto anterior, poderá ser prorrogado, por solicitação da COFAC/ULCV, na situação em que existam estudantes inscritos, de forma a possibilitar-lhes a sua conclusão”

Em 2007, é fundada a Universidade Lusófona de Cabo Verde, na Cidade do Mindelo, ilha de São Vicente, inicialmente com pouco mais de 100 alunos, atualmente, mais de 4.500 estudantes passaram por esta instituição de ensino superior, dos quais mais de 75% concluíram as respetivas formações e desses, 78% encontram-se devidamente integrados no mercado de trabalho.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.