Investidor maliano quer trazer celebridades para São Vicente e transformar a ilha no “Mónaco” africano

12/04/2021 20:18 - Modificado em 12/04/2021 21:49
| Comentários fechados em Investidor maliano quer trazer celebridades para São Vicente e transformar a ilha no “Mónaco” africano

O presidente do grupo empresarial Africa Development Solutions (ADS) quer transformar a ilha de São Vicente no “Mónaco” Africano, como destino turístico de luxo, ao trazer mensalmente para a ilha, celebridades da área de musica, cinema, desportos e assim fazer com que São Vicente ganhe mais visibilidade.

Samba  Bathily, CEO do grupo empresarial que está a edificar na ilha, o Floating Music Hub, diz que este não é apenas o único investimento que o seu grupo está a fazer na ilha. “Estamos a investir em dois hotéis, mas queremos continuar a investir no ramo hoteleiro e também no ramo da imobiliária”, refere este empresário, que no passado domingo em parceria com “Dream Exclusive Entertainment Production (DEEP)” organizaram uma exibição exclusiva do filme “La Citation”, do nigeriano KunleAfolayan, com Jimmy Jean-Louis, Temi Otedola, Adjetey Anang.

Para isso, o empresário Samba Bathily quer aproveitar o potencial da ilha e ajudar a transformá-la, num destino turismo, com investimentos também na arte e indústrias criativas.“Neste momento estou a desenvolver o projecto Floating Music Hub, mas tenho também projectos a nível da hotelaria”.

O Mindelo Floating Music Hub, que está em obras desde de 2019 teve um atraso de vários meses devido a questões ligadas a Covid-19 e que devido a este contratempo, e outros factores, o orçamento sofreu algumas alterações. “No início deste projecto, tínhamos planeado um investimento de dois milhões, mas que agora está em 3 milhõesde dólares  no total”, explica Samba  Bathily.

“A minha ideia é fazer com que toda a África venha aqui (S. Vicente) nas férias e também o resto do mundo. Porque Cabo Verde, especialmente Mindelo tem um ótimo ambiente. E penso que aqui tem o potencial para ser o próximo Mónaco”, frisou.

Para esse efeito, pretende implementar como estratégia, trazer mensalmente celebridades para a São Vicente e fazer com que a ilha possa ganhar ainda mais visibilidade. “Temos que transformar este local para que as pessoas queiram visitar, por isso vamos começar pela música, entretenimento. E a cada vez vamos trazer grandes estrelas para aqui e isso vai fazer com que tenha mais visibilidade”.

No entanto, diz que uma estratégia real, seria ter uma boa aproximação entre o sector privado de CaboVerde e o sector privado do resto do mundo, com o governo local e central e a sociedade civil. “Temos que estar juntos para ter um plano de curto, médio e longo prazo. O potencial está aqui é preciso que as pessoas estejam juntas com um plano e executá-lo”.

O estúdio de música Floating Music Hub, no Mindelo, Cabo Verde, foi distinguido pela CNN Style como um dos “edifícios transformadores” para “moldar o mundo em 2021″.

Conforme reportagem deste órgão, na última década, o grupo de arquitectura e urbanismo NLÉ tem experimentado “maneiras inovadoras de construir de forma rápida e barata sobre a água”.

O auto-denominado Makoko Floating System da empresa, que, segundo a mesma fonte, permite aos construtores locais montar módulos de madeira pré-fabricados em estruturas flutuantes, já foi usado para construir estruturas semelhantes na Nigéria e na Bélgica.

O centro de performance e artes em Cabo Verde destaca-se, como sublinhou a CCN Style, no oceano Atlântico com três estruturas leves que, abrigarão uma sala de performance ao vivo, estúdio de gravação e bar, “demonstrando que a arquitectura flutuante fácil de montar pode oferecer uma alternativa acessível aos espaços culturais tradicionais”.

O Floating Music Hub está numa lista, que inclui outros edifícios como a Biblioteca Far Rockaway, em Nova Iorque (EUA), Centro de Artes Cénicas de Taipei (Taiwan), Aquarela, no Quito (Equador), Hotel Green SolutionHouse (GSH), em Rønne (Dinamarca), Casa da Música Húngara, em Budapeste (Hungria), Casa de Estudantes OurDomain, em Amsterdã (Holanda), Grande Teatro Sunac Guangzhou, em Guangzhou (China).

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.