CNE ameaça levar a tribunal pessoas que acusem a instituição “sem fundamento”

12/04/2021 16:58 - Modificado em 12/04/2021 21:53
| Comentários fechados em CNE ameaça levar a tribunal pessoas que acusem a instituição “sem fundamento”
Foto: Inforpress

Em reação às diversas acusações sobre o cancelamento do debate político de domingo, 11 abril, a Comissão Nacional de Eleições ameaça levar as “barras” da justiça, todas as pessoas que têm acusado a instituição e seus membros sem “sem fundamento”

Para a porta-voz da CNE, Cristina Leite, apesar das pessoas serem “livres de discordarem das decisões da CNE” e que num Estado de Direito, como o é Cabo Verde, existem “meios legais próprios” para a impugnação das decisões da autoridade máxima em matéria de gestão eleitoral, é inaceitável acusações e suspeições contra a instituição “sem quaisquer fundamentos”

A porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE) fez essas considerações em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para reagir à decisão da Rádio de Cabo Verde e da Televisão pública de cancelar o debate que devia ser realizado, no domingo, 11, entre os líderes dos partidos políticos que concorrem às eleições legislativa de 18 de abril próximo, em todos os círculos eleitorais.

“Contrariamente ao que vem sendo veiculado nos OCS (órgãos de comunicação social), de que a CNE terá ordenado o cancelamento do debate, a decisão do respetivo cancelamento é da inteira responsabilidade dos OCS que, na condição de terem de respeitar o princípio da igualdade de tratamento a todas as candidaturas, decidiram não realizar o debate”, precisou a porta-voz à Inforpress.

E que a decisão da CNE, teve como base a garantia da “igualdade de tratamento de oportunidade a todas as candidaturas”.

O cancelamento do debate de domingo causou várias reações, sobretudo da parte dos partidos concorrentes em todos os círculos eleitorais, que alegaram terem sido apanhados de “surpresa”.

Às legislativas do dia 18 de Abril, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no país e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.