Mindelenses temem descontrolo da situação da covid-19 e pedem situação de calamidade para ilhas com muitos casos ativos

9/04/2021 16:25 - Modificado em 9/04/2021 16:25
| Comentários fechados em Mindelenses temem descontrolo da situação da covid-19 e pedem situação de calamidade para ilhas com muitos casos ativos

Os mindelenses com quem falamos manifestam-se preocupados em relação à evolução da pandemia nos últimos dias no país, agravada ontem com o registo de 208 novos casos de covid-19, o maior número diário registado desde o dia 19 de março de 2020. Números que preocupam os munícipes abordados pelo NN.

Entre as pessoas abordadas pelo Notícias do Norte está Miguel Monteiro, para quem, medidas urgentes devem ser tomadas pelas autoridades competentes, para que a situação não fuja do controlo, principalmente numa altura em que decorre a campanha eleitoral. “Do que tenho visto nos últimos dias leva-me a crer que a situação daqui a pouco tempo poderá sair do controlo. Temo por isso, mas é a verdade. As pessoas desleixaram-se completamente e os partidos em campanha estão a ajudar para que tenhamos este aumento de casos” sustenta.

Nisto, receia que a situação possa já estar fora do controlo das autoridades sanitárias do país, referindo o aumento de casos da doença e dos óbitos ocorridos nos últimos dias.

“Os números não enganam e refletem o que vem acontecendo ultimamente em várias ilhas do país. As aglomerações são a nota de maior destaque nesta campanha eleitoral. Os partidos não têm contribuído para uma melhoria da situação, basta percorrer as páginas sociais dos maiores partidos no país para vermos a realidade. Acho que o estado de calamidade em ilhas onde existem muitos casos diários e ativos será o melhor caminho. Mas também as autoridades têm que tomar pulso desta situação” ressalva Carla Lopes.

Por sua vez, Ana Assunção frisa que a situação atual não é animadora e que poderá piorar ainda mais se cada um não fizer a sua parte no combate à propagação do vírus. “A campanha eleitoral tem contribuído para o aumento de casos de covid-19 em todas as ilhas, mas agora não podemos ficar parados a lamentar, porque poderá piorar mais. As autoridades têm que ter outra postura. E não esperar que os casos aumentem para depois das eleições virem tomar medidas apertadas, quando vemos diariamente muitos partidos políticos a violar a recomendações das autoridades sanitárias e a colocar em causa a saúde pública, promovendo aglomerações, com comícios e passeatas” disse-nos está mindelense.

Uma preocupação partilhada por muitas pessoas também nas redes socais, onde têm manifestado o seu desagrado pela forma como alguns partidos políticos têm conduzido as suas campanhas eleitorais, pedindo que medidas duras sejam tomadas, como por exemplo o estado de calamidade em ilhas onde a situação é mais preocupante.

Cabo Verde contabiliza 1.308 casos ativos, 176 óbitos, cinco óbitos por outras causas e oito transferidos, 16.935 recuperados, perfazendo um total de 18.422 casos acumulados de covid-19.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.