Uni-Mindelo apoia cerca de 40 alunos carenciados da Escola Jorge Barbosa com consultas de visão

8/04/2021 15:07 - Modificado em 8/04/2021 20:26
| Comentários fechados em Uni-Mindelo apoia cerca de 40 alunos carenciados da Escola Jorge Barbosa com consultas de visão

A Universidade do Mindelo (Uni-Mindelo), através do Centro Clínico e Experimental das Ciências da Visão, em parceria com uma entidade italiana, não identificada, ajudaram cerca de 40 alunos da Escola Secundária Jorge Barbosa com consultas de ortóptica e oferta de óculos.

Conforme a ortoptista da Universidade do Mindelo, Sónia Fortes Rodrigues, esta parceria surgiu através de uma solicitação da Escola Secundária Jorge Barbosa (ESJB), com o objetivo de avaliarem os alunos mais carenciados e necessitados, para que uma equipa italiana pudesse disponibilizar os óculos e armações para alunos.

“O nosso trabalho foi fazer as prescrições para que esta entidade pudesse fazer o envio das lentes completas”, explica Sónia Rodrigues que diz ainda que os alunos foram selecionados, tendo em conta as suas condições bem como os tipos de alterações na área da ortóptica.

E que nestas avaliações identificaram vários tipos de alterações, sendo o maior número de casos miopia, e também alterações relacionadas com a falta do uso de óculos.

Neste sentido, a equipa de profissionais chama atenção para a importância de fazerem consultas de rotinas e não apenas quando existem queixas, já que estas alterações afectam o aprendizado das crianças e adolescentes.

O projeto que arrancou no dia 23 de março e termina esta sexta-feira, 09 de abril, e conforme esta profissional da área da visão, após exames os alunos, alega que as maiores causas destes problemas são derivados do uso excessivo de aparelhos eletrónicos, tais como o telemóvel, computador, tablet, televisão e também horas prolongadas de estudos.

Do lado da Escola Secundária Jorge Barbosa, este projeto foi anteriormente desenhado para alunos com necessidades especiais mas, acabou por abranger outros alunos que apresentaram queixas neste sentido. “A direção da escola tem recebido muitos pedidos de ajuda de crianças com problemas de visão necessitando de apoio para aquisição de óculos”, diz Carlos Silva em representação da ESJB, que afirma que tendo em conta o número significativo criou-se um apoio a crianças com necessidades especiais na área da visão.

EC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.