Observatório Cidadania Ativa exorta partidos e população a terem discernimento durante campanha eleitoral

31/03/2021 15:50 - Modificado em 31/03/2021 15:50

Pelo facto do país estar a entrar em “mais um importantíssimo momento” da sua democracia, com o início oficial nesta quinta-feira, 1 de abril, da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 18 de abril próximo.

E tendo em conta o contexto pandémico que o país atravessa, o que exige de cada um de nós boas práticas e atitudes responsáveis, o Observatório Cidadania Ativa apela aos partidos políticos para respeitarem as orientações das autoridades sanitárias e da própria Comissão Nacional de Eleições (CNE) tendo em conta a realidade da pandemia da covid-19 em Cabo Verde.

“Dos partidos políticos esperam-se bons exemplos de cidadania, ou seja a sociedade civil pede aos diferentes atores políticos, concorrentes às eleições legislativas, para evitarem, ao máximo, a realização de eventos que possam possibilitar aglomerações e desta forma pôr em risco a saúde e a vida dos cidadãos face ao contexto pandémico que o país regista, há um ano, e com sinais de agravamento, nos últimos dias”, refere em comunicado o Observatório.

Numa nota assinada por Janice Graça, da direção do Observatório Cidadania Ativa, estes recomendam também aos partidos políticos, seus militantes e simpatizantes para cumprirem, rigorosamente, todas as medidas em vigor.

O Observatório, acrescentou, solicita às autoridades competentes em matéria de fiscalização, que atuem com rigor e firmeza no cumprimento de todas as regras sanitárias.

Por outro lado pede aos partidos políticos e a todos os envolvidos para fazerem uma campanha eleitoral com muita elevação, serenidade e respeito pelos adversários e também pelos cidadãos, evitando ofensas à honra e à dignidade das pessoas, provocações, linguagens obscenas, adulteração da imagem, com recurso a meios audiovisuais, redes sociais, entre outros, o que em nada contribui para a dignidade da democracia cabo-verdiana.

“Um outro apelo vai no sentido de as mensagens e os programas eleitorais serem transmitidos à sociedade com transparência, pois agindo assim todos estarão a contribuir para o reforço da cidadania eleitoral e do voto consciente”, conclui a mesma fonte.

 Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.