Excesso de velocidade e álcool apontados como causas do acidente que vitimou idosa na estrada de Calhau

22/03/2021 13:38 - Modificado em 22/03/2021 13:38

Sem precisar a causa do acidente que ontem à tarde vitimou a idosa de 86 anos na Estrada de Ribeira de Calhau, Firmina Melício considerou que “tudo pode indicar descontrolo de viatura na estrada associado ao álcool”.

A informação foi avançada pela chefe da Esquadra de Trânsito da PN em São Vicente, Firmina Melício, diz que feitos testes de alcoolemia, o condutor da viatura que circulava no sentido Calhau/Cidade acusou uma taxa de álcool de material expirado de 1,65 g/l, no local, e de 1,72 g/l na contraprova, quando a lei impõe um limite de 0,5 g/l.

Portanto este “que provavelmente provocou o acidente”, segundo Firmina Melício, testemunhas contaram à polícia que a viatura que circulava no sentido Calhau/Cidade descontrolou-se e entrou na faixa de rodagem da viatura que vinha da cidade e que, quando a PN chegou ao local, encontrou as duas viaturas dentro da faixa de rodagem.

“A viatura que fazia o percurso Cidade-Calhau transportava três pessoas, incluindo a vítima mortal, e a outra, que vinha no sentido contrário, seis passageiros, incluído o condutor, ou seja um passageiro a mais, numa clara infração à lei”, disse a imprensa Firmina Melício.

O condutor, que saiu ileso do acidente, encontra-se detido e deve ser apresentado ainda hoje ao Ministério Público para ulteriores trâmites do processo.

O acidente aconteceu por volta das 17 horas de ontem e deixou mais duas pessoas feridas. Os dois carros colidiram frontalmente, tendo a dianteira das viaturas ficado completamente destruídas.

A vítima mortal, conforme informações recolhidas no local, estava numa viatura de marca Opel, que ia no sentido Cidade – Ribeira de Calhau e o sinistro deu-se perto de uma curva, numa localidade conhecida, segundo os moradores, por “Ponta de Lombona”.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.