Delegado de Saúde de S. Vicente foi o primeiro a receber a vacina contra a covid-19: “Mais um profissional da linha de frente a ser vacinado”

19/03/2021 13:15 - Modificado em 19/03/2021 13:16

A vacinação dos profissionais de saúde arrancou esta manhã em São Vicente, sendo o Delegado de Saúde, Elísio Silva o primeiro a ser vacinado na ilha com a vacina da Pfizer, apontando se tratar de mais uma “pessoa da linha de frente” no combate a Covid-19 e um profissional da Saúde a ser vacinado.

Elísio Silva, em declarações a imprensa, após receber a primeira dose da vacina, vincou que este momento representa mais profissional de saúde a ser vacinado, porque nesta fase vão ser vacinados os profissionais da linha de frente de combate contra a covid-19.

Em São Vicente explicou que na Delegacia de Saúde a vacinação vai ser feita nestes dois primeiros dias, e em todos os centros de saúde para o pessoal de atenção primária, enquanto, no Hospital Baptista de Sousa, a vacinação decorre de hoje até a segunda-feira, 22.

Nesta primeira fase vão ser vacinados 150 profissionais do Hospital Baptista de Sousa, referindo que já estão preparados mais 150 doses que chegam à ilha na próxima semana para outros profissionais de saúde. “Sabemos que todos os profissionais de saúde do hospital são da linha de frente, porque trabalham com doentes internados. A maioria dos médicos, enfermeiros, assistentes sociais, pessoal de limpeza, mesmo as pessoas de atendimento vão ser vacinados, cada um na sua fase” salientou.

Também vão ser vacinados os profissionais que a delegacia de saúde tem destacado nos portos e aeroportos, como também as pessoas do Gabinete de Crise que estão sempre em contacto com as pessoas infetadas. Em cada centro de saúde tem uma equipa constituído por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, que trabalham nas suas áreas de intervenções com pessoas positivas ou de contactos e que vão ser vacinados.

“Vamos vacinar 55% dos funcionários da Delegacia de Saúde, porque temos as pessoas contratadas, mas também as pessoas que fazem os testes rápidos e de PCR” esclareceu este responsável concluindo que a segunda dose vai ser aplicada 21 dias depois desta primeira.

Além do Delegado de Saúde, durante o ato foram inoculados com a primeira dose da vacina mais cinco profissionais de saúde da referida delegacia.  

Já o Ministro da Administração Interna Paulo Rocha, que testemunhou o ato, referiu que este é “sem dúvida um momento muito importante” para Cabo Verde e para São Vicente em particular. “Um momento importante para a saúde de todos os cabo-verdianos e que por isso mesmo assinalamos com muita confiança com os olhos postos no futuro, depois de tudo o que Cabo Verde e particularmente São Vicente tem passado” sustentou.

Nisto, assegurou que e “inevitável hoje, quando pensarmos no amanhã não pensarmos onde estávamos há exatamente um ano”, quando a covid-19 chegou em Cabo Verde e todo o percurso que tem sido feito. “Somos neste momento protagonistas da nossa própria história e estamos a dar um passo importante, começando pelos profissionais de saúde, mas que irá se estender a todos conforme consta do plano de vacinação” materializou.

São Vicente recebeu nesta primeira fase, um total de 258 doses da vacina da Pfizer, sendo 108 para a Delegacia de Saúde e 150 para o HBS.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.