Covid-19: São Vicente pode voltar novamente ao estado de contingência

18/03/2021 15:04 - Modificado em 18/03/2021 15:04

A ilha de São Vicente que conta atualmente com 26 casos ativos poderá voltar novamente ao estado de contingência, depois de dois meses em situação de calamidade, diminuindo um conjunto de restrições impostas para reduzir a propagação da doença.

Neste momento vigora o estado de calamidade na ilha, mas a diminuição de casos diários e consequentemente o número de casos ativos da doença poderá levar o Conselho de Ministros, na reunião que acontece hoje na cidade da Praia, e que terá certamente como um dos pontos da agenda a aprovação de uma segunda resolução que define o nível de risco em cada uma das ilhas, em função da situação epidemiológica, a alterar a situação em vigência na ilha.

De salientar que, recentemente, em declarações ao NN, o Delegado de Saúde da ilha, Elísio Silva, sustentou que já não faz sentido prorrogar o estado de calamidade na ilha, por a situação estar neste momento “muito melhor” do que no mês de janeiro onde teve um pico de casos.

Recorda-se que neste momento a ilha de São Vicente está em situação de calamidade, que vigora até às 23:59 desta quinta-feira, e as demais ilhas em situação de contingência, por força da resolução aprovada em fevereiro e que vigora até meia-noite do dia 18 de março.

Neste momento a situação epidemiológica nas ilhas de Santiago (293 ativos), São Nicolau (39) e Sal (58) inspira cuidados e pode levar o Conselho de Ministros a decretar a situação de calamidade nestas ilhas.

De realçar que o nosso país registou esta quarta-feira, mais 96 infetados e um óbito, aumentando para 16.250 os casos acumulados da doença, 158 óbitos, cinco por outras causas, ainda 15.599 recuperados, oito transferidos e 480 casos ativos.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.