CNDHC assinala Dia do Pai com conversa aberta sobre a Licença de Paternidade em Cabo Verde

18/03/2021 14:06 - Modificado em 18/03/2021 14:06

A Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania, CNDHC, realiza esta sexta-feira, 19 de março, uma conversa aberta sobre a Licença de Paternidade em Cabo Verde.

O objetivo, conforme a Comissão é promover uma reflexão sobre a importância, orientações internacionais e panorama mundial e em Cabo Verde no que se refere à licença de paternidade. “A conversa irá contar com a participação de instituições, organizações internacionais e da sociedade civil que lidam direta ou indiretamente com o tema”.

O ato de abertura contará com as intervenções da Presidente da CNDHC, Zaida Morais de Freitas e da Coordenadora Geral da Cooperação Espanhola em Cabo Verde, Patrícia Ramos Fernandez.

Segue-se uma conferência sobre “A importância da presença do pai nos primeiros dias de vida da criança” proferida pela psicóloga Clínica, Kika Freire.

O programa inclui duas comunicações: sobre “A licença de paternidade: princípios e orientações internacionais”, pela especialista da Organização Internacional do Trabalho, Joana Borges; e sobre “O papel da sociedade civil na instituição da licença de paternidade em Cabo Verde”, pelo representante de grupo de cidadãos que promoveram uma petição pública sobre o assunto, Vladmir Silves Ferreira.

O debate será moderado pela comissária da CNDHC, representante da AJOC, Gisela Coelho.

A atividade é realizada em parceria com a Embaixada de Espanha em Cabo Verde, com a Organização Internacional do Trabalho e com um grupo de cidadãos que em 2016 realizaram uma petição pública defendendo o alargamento da licença de maternidade e instituição da licença de paternidade em Cabo Verde.

Recorde-se que, em Cabo Verde, o ordenamento jurídico prevê uma licença de maternidade de dois meses e não prevê uma licença de paternidade, mas apenas dois dias de faltas justificadas do pai por ocasião do nascimento do filho.

Neste sentido, a CNDHC enviou em janeiro uma Recomendação ao Governo de Cabo Verde para o alargamento da licença de maternidade de dois para quatro meses e para a instituição da licença de paternidade de quinze dias.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.