Comunicado da defesa de Alex Saab sobre a detenção de Pinto Monteiro

10/03/2021 22:38 - Modificado em 10/03/2021 22:38
| Comentários fechados em Comunicado da defesa de Alex Saab sobre a detenção de Pinto Monteiro

A defesa  de Alex  Saab  imitiu um comunicado onde condena a detenção do advogado Pinto Monteiro.

Transcrevemos  na integra o comunicado.

A DETENÇÃO DE DR. JOSÉ MANUEL PINTO MONTEIRO É INJUSTIFICADA E SEM PRECEDENTES

O CHEFE DA EQUIPA LOCAL DO EMBAIXADOR SAAB É DETIDO

O gabinete do Dr. José Manuel Pinto Monteiro deseja condenar com a maior veemência possível a detenção do Dr. Pinto Monteiro, que é o sócio-gerente desta firma e atualmente o advogado principal em Cabo Verde do Embaixador Alex Saab.

O Dr. Monteiro procurava entrar na casa onde o Embaixador Saab está detido, para realizar a sua reunião diária com ele. Ele protestou contra a brusquidão da busca a que foi submetido antes de poder entrar na casa.

Rejeitamos categoricamente a declaração emitida pelo Comandante Regional, Ilha do Sal, da Direção da Polícia Nacional, relativamente às alegadas ações do Dr. Pinto Monteiro. É um dos advogados mais graduados de Cabo Verde e tido na mais alta estima pelos seus pares, tanto a nível local como internacional.

A sua detenção é sem precedentes, e somos obrigados a perguntar qual o propósito que poderia eventualmente servir. Tais ações são prejudiciais para a imagem de Cabo Verde como uma sociedade democrática construída sobre uma base de respeito pela lei e justiça para todos.

Instamos o governo de Cabo Verde a reconsiderar a sua posição e a parar de interferir com a equipa de defesa do Embaixador Saab no seu direito de exercer os seus deveres profissionais. Exortamos a comunidade internacional a denunciar também o comportamento antidemocrático das autoridades cabo-verdianas e a emitir um aviso para impedir que tais incidentes ocorram numa democracia modelo.

Como noticiado na segunda-feira, as autoridades de Cabo Verde negaram pela quarta vez a entrada aos membros da equipa jurídica internacional do Embaixador Saab. Em dezembro último, as autoridades negaram a entrada de um oncologista de renome mundial para visitar e examinar o Embaixador Saab. A sua esposa continua à espera de que as autoridades garantam a sua entrada e saída em segurança de Cabo Verde. E hoje as autoridades detiveram o principal advogado cabo-verdiano do Embaixador Saab. Até onde está preparado para ir o governo de Cabo Verde no seu desejo de agradar aos Estados Unidos da América?

Nós, como cabo-verdianos, estamos profundamente preocupados com o facto de nunca antes, na história de Cabo Verde independente, o governo ter chegado a tais extremos para satisfazer os objetivos de política externa de outro Estado. Exortamos o Primeiro-Ministro Correia a reconsiderar.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.