Carlos Veiga: “Sou um candidato independente às eleições presidenciais”

4/03/2021 21:52 - Modificado em 4/03/2021 21:52
Foto: Inforpress

O antigo primeiro-ministro cabo-verdiano Carlos Veiga, o primeiro chefe de Governo escolhido nas eleições livres e multipartidárias de 1991, apresentou esta quinta-feira, na Praia, a sua candidatura ao cargo de Presidente da República nas eleições de 17 de outubro.

Carlos Veiga, 71 anos, advogado e embaixador de Cabo Verde em Washington durante três anos, até 31 de janeiro de 2020, apresenta-se como candidato às presidenciais pela terceira vez, depois de ter tentado a eleição em 2001 e 2006.

Carlos Veiga diz que independentemente dos resultados das legislativas, a candidatura vai em frente, e que esta não pretende tirar partido ou influenciar as legislativas e que por ser candidato a PR, naturalmente, não poderá participar nas eleições de abril.

Carlos Veiga sublinhou, que é candidato “independente” às eleições presidenciais. “O candidato a PR deve ser apartidário e isto é só um anúncio oficial e que após os resultados das legislavas reiniciaremos”, revela.

O candidato a PR, foi o primeiro chefe de Governo escolhido em eleições livres e multipartidárias em Cabo Verde, realizadas em 13 de janeiro de 1991, concorreu pela primeira vez ao cargo de Presidente da República cabo-verdiano em 2001 – que Pedro Pires, apoiado pelo PAICV, venceu -, tendo deixado as funções de primeiro-ministro com Gualberto do Rosário.

O principal opositor de Carlos Veiga deverá ser o antigo primeiro-ministro e presidente do PAICV, José Maria Neves, que tem vindo a admitir a possibilidade de concorrer ao cargo de Presidente da República, depois de ter liderado o Governo cabo-verdiano de 2001 a 2016.

Às eleições presidenciais de 17 de outubro já não concorre Jorge Carlos Fonseca, atual Presidente da República que cumpre o segundo e último mandato.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.