Venezuela presta homenagem aos líderes africanos da independência

4/03/2021 21:38 - Modificado em 4/03/2021 21:38

O presidente Nicolás Maduro agradeceu a solidariedade dos povos e governos africanos para com a nação bolivariana.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na quarta-feira concedeu a Ordem Francisco de Miranda aos líderes dos processos de independência da África.

“Partilhamos com a Mãe África a luta pela independência para alcançar a felicidade dos nossos povos. Com a Ordem, honramos os seus líderes por quebrar as cadeias do colonialismo”, disse Maduro.

Durante a videoconferência “Sonhos de Liberdade”, o presidente agradeceu a solidariedade dos povos e governos africanos para com a Venezuela em meio aos ataques sistemáticos das potências imperiais contra o seu país.

“Hoje, erguemos juntos as bandeiras da liberdade e da justiça. A África é um exemplo de resistência, coragem, constância e lealdade”, acrescentou.

O presidente destacou ainda a luta de Angola, Moçambique, Namíbia, África do Sul e Zimbábue contra o regime do Apartheid na década de 1990

O governo da Venezuela prestou homenagem a figuras históricas da África, como o fundador da Namíbia, Samuel Daniel Shafiishuna Nujoma; o ex-presidente de Moçambique Joaquim Chissano; e o Ministro da Defesa do Zimbábue, Oppah Chamu Zvipange Muchinguri Kashiri.

A Ordem Francisco de Miranda foi criada em 1939 para premiar o mérito notável e homenagear os serviços prestados à ciência e ao progresso.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.