Delegação do Ministério da Educação em S. Vicente lamenta morte de aluna com “comportamento exemplar e muito dedicada aos estudos”

4/03/2021 14:20 - Modificado em 4/03/2021 14:20

A Delegação do Ministério da Educação em São Vicente, lamentou na manhã desta quinta-feira, 04, a morte ocorrida na noite de ontem a uma aluna residente em Cruz João Évora, que supostamente terá cometido suicídio.

De acordo com a nota divulgada, a delegação escolar da ilha considera tratar-se de uma aluna com um “comportamento exemplar e muito dedicada aos estudos”, desde o 1º ano de escolaridade, “destacou-se como uma aluna brilhante, solidária e muito amiga dos colegas e dos professores”.

“Uma aluna com grande dimensão humana e de fino trato com os seus colegas e comunidade educativa em geral, com uma conduta e postura exemplares, que sempre cultivou o respeito e o carinho daqueles que com ela se relacionaram e, por esta razão, a sua memória será sempre recordada, com saudade” escreve a mesma fonte.

Nesta sequência a Escola de Fonte Inês, na certeza de estar a “expressar o sentimento de todos quantos tiveram a oportunidade de com ela conviver”, exalta o nome desta “inesquecível aluna, para necessidade de se firmar um compromisso para que a sua memória continue sempre a ser reavivada e lembrada por todos”.

“Nesta hora de muita dor e tristeza, a Escola de Fonte Inês, em representação de toda a comunidade educativa, expressa as mais sentidas condolências a toda a comunidade educativa, em especial aos pais e/ou encarregados de Educação da malograda e a toda a família enlutada, a quem deseja muita força, coragem e consternação, para suportar esta perda prematura e irreparável” pontua.

De realçar que o corpo da criança deverá ser submetido ainda hoje a autopsia para se esclarecer a causa da sua morte.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.