Governo pretende adquirir um avião para as Forças Armadas

2/03/2021 23:41 - Modificado em 2/03/2021 23:41
Foto: Inforpress

“Os Ministérios das Finanças, da Defesa, através das Forças Armadas, e da Saúde estão a criar as condições para a aquisição deste meio aéreo, que vai servir para fiscalizar a nossa Zona Económica Exclusiva e garantir a transferência médica entre as ilhas”, assegurou o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

O governante fez estas declarações à margem de uma visita ao Estado Maior das Forças Armadas e a outras estruturas militares em que o ministro se inteirou do funcionamento e da organização das estruturas militares, bem como das suas missões e desafios actuais.

No entanto, sem informar o montante, esclareceu que os recursos financeiros estão garantidos ao nível do Fundo Soberano de Emergência, “que tem 10 milhões de euros” e que vai canalizar o valor necessário para aquisição do meio aéreo para a instituição castrense cabo-verdiana.

Em relação aos meios marítimos e terrestres, informou que o Governo está a trabalhar para criar as melhores condições, para que, também a este nível, as Forças Armadas possam melhorar o seu desempenho.

Por outro lado, Olavo Correia apontou as Forças Armadas como uma das instituições que tem “melhor nível de desempenho” na utilização do Sistema Integrado de Gestão Orçamental e Financeira (SIGOF), “prestando contas e fornecendo todas as informações”.

“Se há exemplo a destacar do funcionamento a nível da gestão orçamental e financeira, pode-se, sem qualquer hesitação, apontar as Forças Armadas de Cabo Verde”, frisou o governante.

Olavo Correia garantiu, por isso, que o Governo vai continuar a trabalhar para ter umas Forças Armadas ao serviço da promoção da segurança em Cabo Verde, que, conforme observou, trata-se de um “bem essencial” para um “pequeno país insular e vulnerável”.

“O nosso compromisso é, no próximo Orçamento do Estado, cumprir com as Forças Armadas, o que significa estar a cumprir com Cabo Verde e estar a promover a segurança”, sublinhou.

NN/Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.