Detetados em Cabo Verde dois casos da variante inglesa da Covid-19

1/03/2021 19:25 - Modificado em 1/03/2021 19:25

A variante inglesa da covid-19 já foi detetada em Cabo Verde, com dois casos diagnosticados na ilha de Santiago, avançou hoje a Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima.

A informação foi avançada pela presidente do INSP, na habitual conferência de imprensa semanal, para o balanço sobre a situação da Covid-19 no país, garantindo que se trata de uma situação preocupante, devido a sua alta taxa de contaminação.

“Esta variante é mais preocupante devido a alta taxa de transmissibilidade aumentando a sua propagação em 30/35% em relação ao vírus na sua forma original. Esta variante também aumenta os casos graves e por isso poderá vir a causar muito mais mortes” assegura.

De acordo com Maria da Luz Lima, novas medidas deverão ser tomadas nos próximos dias assim como o reforço na proteção.

Esses dois casos da variante inglesa, fazem parte de um lote de 77 amostras recolhidas e enviadas para o laboratório de Dakar, no Senegal, nos meses de dezembro e janeiro, das quais 24 já foram processadas, onde foram diagnosticados os dois casos positivos.

As amostras recolhidas, conforme a mesma fonte, são das ilhas de Santiago, São Vicente, Santo Antão, Fogo e Maio. Os resultados das 24 amostras, identificaram ainda que a maior parte do vírus circulante no país é da Europa Ocidental.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.