Gripe aviária “altamente patogénica” registada na África Ocidental deixa Cabo Verde de sobreaviso

24/02/2021 23:09 - Modificado em 24/02/2021 23:10

A gripe aviária que já chegou à África Ocidental está a preocupar as autoridades cabo-verdianas, mas estas dizem-se atentas à situação. O anúncio foi feito após o Centro Regional de Saúde Animal em Bamaco, no Mali, (CRSA) ter alertado sobre o ressurgimento da gripe aviária altamente patogénica nos países da África Ocidental.

Conforme nota da Direção Geral de Agricultura, Silvicultura e Pecuária, enquanto administração veterinária nacional, avança que a doença ainda não chegou ao arquipélago, mas todas as medidas estão sendo tomadas para combater o possível contágio.

“Em Cabo Verde ainda não há suspeita, entretanto estamos a acompanhar a situação e a preparar para a tomada das medidas em caso de aparecimento de qualquer surto”, refere.

Neste momento as autoridades trabalham na atualização do plano de contingência para a Prevenção, Controlo e Luta contra a Gripe Aviária “altamente patogénica” com a participação de parceiros, bem como preparação para a ativação da Comissão Nacional do Plano de Emergência.

De acordo com a mesma fonte as autoridades vão reforçar a vigilância epidemiológica veterinária a nível da DSP/Delegações do Ministério da Agricultura e Ambiente, assim como preparar o Laboratório Veterinário em meios para possível deteção precoce e rápida dos casos.

Apela-se ainda a todos a manterem as aves domésticas confinadas e informar as autoridades veterinárias/Delegações do MAA e Administrativas, locais e nacionais sobre eventuais ocorrências de doenças e mortalidades anormais.

“Igualmente aconselhamos a todos a evitarem contacto direto com aves mortas, sobretudo selvagens e migratórias e alertar as autoridades veterinárias/Delegações do MAA em caso de algum evento sanitário com essas aves” salienta.

O mesmo indica que se deve reforçar as medidas de biossegurança dentro das instalações avícolas, nomeadamente higiene pessoal e das instalações, desinfeção e isolamento de doentes.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.