UCID e Governo com visões diferente sobre a CV Interilhas

24/02/2021 15:31 - Modificado em 24/02/2021 15:31

O líder da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID-oposição), António Monteiro, garantiu hoje no parlamento que nos próximos 20 anos o país vai pagar uma “fortuna” à CV Interilhas, mas o Governo reconhece que a compensação é feita na base de resultados.

Conforme António Monteiro, o estudo de viabilidade económico-financeira apresentado pela empresa que ganhou o concurso, mostrou de “forma muito clara” que se estava em presença de um projeto “altamente deficitário”, pelo que ia comprar em função do estudo de viabilidade.

No entanto, o mesmo reconheceu a “vontade” do executivo em querer resolver o problema de transportes em Cabo Verde, mas disse que neste momento “não satisfaz” o país. “Nos próximos 20 anos o país vai pagar uma fortuna” realçou.

Assim, pediu ao Governo no sentido de analisar a situação e “rever o contrato de concessão”.

Em contrapartida, o primeiro ministro, Ulisses Correia e Silva reconheceu que há um contrato de concessão que define como é que a indemnização compensatória é paga. “A indemnização não é feita na base do estudo, mas sim de resultados auditados e há uma comissão de acompanhamento”.

“Foi encontrado nos sectores marítimo e aéreo um campo fértil para discursos de descalabro. Tenta-se convencer os cabo-verdianos que, de facto, a privatização e a concessão foi um desastre”, disse Correia e Silva.

A oposição parlamentar criticou, ainda, o executivo pelo facto de, durante os cinco anos de governação, não ter dado aos cabo-verdianos a “felicidade” que prometeu durante as eleições legislativas de 2016.

“Há muitas famílias com o problema de pobreza no país, mas isto não foi inventado hoje. A situação era muito pior em 2015”, classificou o primeiro-ministro.

No dizer de Ulisses Correia e Silva, três anos de “seca severa e um ano de pandemia, mesmo assim Cabo Verde avançou e com resultados”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.