Cabo Verde prevê vacinar nesta primeira fase cerca de 35% da população

22/02/2021 20:53 - Modificado em 22/02/2021 20:53

O nosso país prevê imunizar durante este ano cerca de 35% da sua população, sobretudo as pessoas dos grupos de risco, anunciou esta segunda-feira o diretor nacional da Saúde, adiantando que Cabo Verde pretende vacinar pelo menos 60% da sua população.

Em conferência de imprensa hoje, sobre o ponto de situação da Covid-19 no país, Jorge Noel Barreto garantiu que no quadro da iniciativa Covax, o país prevê vacinar cerca de 200 mil pessoas, ficando cerca de 140 mil pessoas para a segunda fase.

“O país está a envidar todos os esforços para ter mais vacinas e acelerar a vacinação. A primeira fase poderá ir até ao final deste ano ou antes, mas isso vai depender da disponibilização de outras vacinas, para além das que já estão no mercado” sustentou.

Já a segunda e terceira fase, conforme o mesmo, estão calendarizadas para estarem concluídas até finais de 2022 e início de 2023, mas que vai sofrendo alterações, conforme a disponibilização de mais vacinas no mercado e a menor preço.

Jorge Noel Barreto diz-se consciente que a vacinação ficará condicionada com o surgimento das variantes já conhecidas e outras que podem vir a aparecer. “Sabemos que algumas vacinas perdem o poder de imunização em outras variantes. É um processo minucioso e vamos nos adaptando”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.