Amadeu Oliveira: “Resisti à prisão, mas fui neutralizado e algemado”

20/02/2021 21:47 - Modificado em 20/02/2021 21:47
| Comentários fechados em Amadeu Oliveira: “Resisti à prisão, mas fui neutralizado e algemado”

Conforme o Notícias do Norte divulgou, em primeira mão, o advogado Amadeu Oliveira  foi  detido e conduzido à esquadra da Polícia Nacional na Prainha, na cidade da Praia. O NN sabe que o advogado vai permanecer detido até segunda feira para ser conduzido ao Tribunal onde vai  decorrer o julgamento onde é acusado de ter cometido 14 crimes de ofensa contra juízes do Supremo Tribunal de Justiça.

Amadeu Oliveira falou com o Santiago Magazine, confirmando a sua detenção, sublinhando que “a força policial não foi exagerada, embora tenha resistido à prisão. A intervenção da PN não foi excessiva, foi proporcional e adequada à minha resistência, mas sem violência, apenas para me neutralizar” descrevendo ao Santiago Magazine como decorreu a detenção.

“Estava eu e uma tia minha dentro do carro, quando a levava a uma consulta porque está doente. Resisti, fui neutralizado e algemado, mas de forma adequada e proporcional, ou seja, a PN agiu em conformidade e era expectável.”

Amadeu Oliveira havia recusado comparecer ao seu julgamento agendado para os dias 6, 7 e 8 de janeiro, no 4º juízo crime do Tribunal da Praia, que assumiu o processo, teria emitido, anteriormente, um mandado de detenção de Oliveira mas, terá chegado a recuar no agendando, marcando o julgamento do polémico advogado para o início da próxima semana.

Para se acautelar, eventualmente, de nova ausência, o 4º Juizo do Tribunal da Praia ordenou a detenção de Amadeu Oliveira para o levar a julgamento nos dos dias 22, 23, 24 e 25 deste mês.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.