São Vicente é a segunda ilha com mais óbitos por Covid-19

17/02/2021 20:12 - Modificado em 17/02/2021 20:14

Com mais o óbito registado hoje, a ilha de São Vicente, que contabiliza neste momento 2.164 casos acumulados da covid-19, passou a ter agora 22 óbitos, reforçando o estatuto de segunda ilha com mais mortes provocadas pela Covid-19 no país.

Conforme dados avançados pelo site oficial do Ministério da Saúde e da Segurança Social, São Vicente é por esta altura a segunda ilha do país com mais mortes associadas a covid-19, sendo superada apenas pela ilha de Santiago que já viu 99 pessoas perderem a vida nesta pandemia, que desde março assola o nosso país.

Há bem pouco tempo a ilha tinha poucos casos da doença e mortes provocadas pela mesma, com o primeiro caso positivo a ser diagnosticado no dia 04 de abril, e a primeira morte viria a ser confirmada a 26 de junho a uma idosa de 92 anos que estava em isolamento no Hospital Baptista de Sousa.

Desde então, em menos de oito meses, a doença, segundo o MSSS, já provocou a morte de 22 pessoas, sendo que todas apresentavam outras doenças associadas como hipertensão e diabetes e tinham mais de 50 anos de idade.

Neste o início de 2021 a ilha registou 11 mortes em Janeiro e até hoje, em Fevereiro contabilizou mais dois óbitos.

São Vicente só é ultrapassada em número de mortes pela ilha de Santiago, que com 99 óbitos é de longe a ilha que mais tem sido afetada pela doença.

Seguem-se as ilha de Santo Antão e do Fogo com 6 óbitos cada, o Sal 5, Boa Vista 2 e São Nicolau 1.

Somente as ilhas do Maio e da Brava ainda não tiveram mortes associadas à covid-19, numa altura que Cabo Verde tem 141 óbitos, das quais 3 por outras causas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.