Pelo menos 35 mortos em queda de autocarro num canal de água na Índia

16/02/2021 16:04 - Modificado em 16/02/2021 16:04

A queda de um autocarro esta manhã num canal de água no centro da Índia, no distrito de Madhya Pradesh, causou a morte de pelo menos 35 pessoas, ferimentos em outras sete e vários desaparecidos, segundo as autoridades locais.

© Reprodução 

O acidente aconteceu cerca das 07h30 (02h00 GMT) na localidade de Rampur Naikin, quando o veículo saiu da estrada e caiu num canal de água, explicou o agente responsável pela esquadra local, Ashok Pandey, à agência de notícias Efe.

“O motivo do acidente ainda não está esclarecido”, adiantou, revelando que, até ao momento, foram recuperados 35 cadáveres do canal e feito o resgate de sete pessoas, transportadas para o hospital.

Todos os resgatados “encontram-se bem, nenhum teve ferimentos graves”, assegurou o agente policial, adiantando não se saber ainda quantos passageiros podem ainda estar desaparecidos, mas que “não deveriam ser muitos mais”.

“Localizou-se o autocarro e estão a retirá-lo [do canal] com a ajuda de uma grua”, concluiu.

O responsável pelo distrito de Madhya Pradesh, Shivraj Singh Chauhan, lamentou, numa mensagem na sua conta na rede social Twitter, o registo de vítimas do acidente e anunciou uma ajuda de 500 mil rupias (cerca de 5.700 euros) para as famílias de cada um dos falecidos.

Os acidentes rodoviários na Índia são frequentes, devido ao mau estado das estradas, às más condições dos próprios veículos e ao desrespeito generalizado pelas regras de trânsito.

Na segunda-feira, pelo menos 16 pessoas morreram e outras duas ficaram feridas quando um camião, em que viajavam trabalhadores sazonais e suas famílias, capotou numa estrada no oeste da Índia.

Em 2019, na Índia, 151.113 pessoas perderam a vida e mais de 451 mil ficaram feridas em resultados dos 449 mil acidentes de viação, segundo os últimos dados do ministério de transportes do país.

Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.