José Correia: “A ZEEM-SV é um dos projetos económicos mais estratégicos e estruturantes de Cabo Verde no período pós independência”

15/02/2021 17:07 - Modificado em 15/02/2021 17:12
| Comentários fechados em José Correia: “A ZEEM-SV é um dos projetos económicos mais estratégicos e estruturantes de Cabo Verde no período pós independência”

O coordenador do projeto da Zona Económica Especial Marítima de São Vicente (ZEEM-SV), José Correia, garantiu esta segunda-feira, 15, que este é um dos projetos económicos “mais estratégicos e estruturantes de Cabo Verde no período pós-independência”, devido as vantagens como o extenso mar e a nossa localização geoestratégica.

José Correia fez estas declarações no ato de inauguração da sede de Autoridade da Zona Económica Especial Marítima em São Vicente, localizada em Chã de Cricket, onde vincou que este projeto é de “extrema importância para a realização da ambição 2020-20302, enquanto pilar para edificação da plataforma marítima e logística e para o desenvolvimento da economia azul em Cabo Verde.

“Como todos os projetos estratégicos e estruturantes a implementação da ZEEM-SV apresenta desafios e oportunidades. Em termos de oportunidades o impacto será enorme para o desenvolvimento de Cabo Verde, e importante para afirmação do país enquanto nação marítima” especificou.

Na mesma senda, apontou que este projeto permitirá a “aceleração económica do país na economia regional”, nomeadamente o “aproveitamento das oportunidades no âmbito da CEDEAO, e da zona de Comércio Livre e Continental Africana”.

“Por outro lado, permitirá a inserção na economia mundial com o crescimento do PIB, a melhoria das condições de vida das populações e a criação de milhares de empregos. Promoverá maior conectividade constituindo assim num ecossistema competitivo para negócios, lazer e residência em Cabo Verde” frisou.

Em contrapartida, assegurou que a dívida pública do país, dos limitados recursos internos e a incerteza nos mercados internacionais “constitui a longo prazo desafios” para a implementação da ZEEM-SV.

No entanto, José Correia, diz-se convicto de estes desafios serão “porventura temporários”, visto que a ZEEM-SV apresenta “muito mais oportunidades do que desafios”.

Já o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, apontou que a Zona Económica Especial Marítima, é um projeto de “longo alcance e é estruturante para o desenvolvimento de São Vicente, para a promoção e diversificação da economia de Cabo Verde”.

O mesmo salientou que a autoridade da ZEEM-SV que está em implementação vai ser “brevemente empossado”, sendo que já está “tudo pronto e no momento próprio, passadas as eleições, deverão estar aqui para dar a posse”.

“A partir da criação de condições a nível do conhecimento, a nível de investigação e desenvolvimento o sector do ensino superior como está já em funcionamento com a UTA, a Escola do Mar que de facto colocamos os pilares mais fortes deste projeto e está em execução” denotou.

Ulisses Correia e Silva sustentou que, em princípios de Março, vão proceder ao ato de adjudicação da construção do Terminal de Cruzeiros, algo que está em “processo e vai ser concretizado”. “É um elemento fundamental que está integrado neste conceito de Zona Económica Especial Marítima de São Vicente” concluiu.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.