“Ministério da Educação tem feito apenas marketing sobre resolução de problemas dos professores” – SINDEP

14/02/2021 23:43 - Modificado em 14/02/2021 23:43

A posição é expressa pelo líder do Sindicato Nacional dos Professores (SINDEP), Nelson Cardoso que diz que neste momento, o atual governo tem feito é uma autêntica campanha de marketing e nada mais. “Tudo o que publicaram agora já tinha sido publicado em Boletim Oficial, BO, de 12 de abril de 2016, onde foi publicado a transição para novo Estatuto onde estavam elencadas as progressões, promoções e reclassificações”, disse Nelson Cardoso que acusa o governo de estar a repetir apenas o que foi feito na altura.

E acusa o governo do MpD de ter deitado por terra o antigo BO e de começar a publicar, a partir de agosto de 2016 o que já tinha publicado. E critica o governo de não conseguir zerar pendências encontradas, admitindo no entanto, terem consciência que encontrou muita. “Mas não fez nada no seu mandato de 2016 a 2021. E convida os professores a consultarem o BO.

E que quando o executivo publica na rede social Facebook ‘estamos a cumprir’, não é verdade, acusa.

Sobre as reivindicações, diz que ao analisarem o orçamento do Estado para o ano de 2021, este também não contém os recursos financeiros para a satisfação dos direitos adquiridos e das reivindicações dos professores referentes ao período de 2016 a 2021, pelo que se pode inferir que, durante a legislatura 2016-2021, os professores não foram tidos nem achados por este executivo.

O SINDEP, que representa “ativa e responsavelmente” os professores, diz que a marcha de sábado foi uma forma de protesto contra o incumprimento e a forma de se relacionar que o Ministério da Educação tem adoptado com os professores que quiseram, assim, mostrar a sua insatisfação de forma pública e consistente.

Acrescenta que desde de 2016 aguardam que o governo cumpra aquilo que prometeu e que começou a ser esquecido a partir de 2017 e 2018. Nelson Cardoso alega que o atual ministro, nunca quis receber os sindicatos para diálogo e que esperaram até a publicação deste último OE para se pronunciarem e mostrarem a sua insatisfação.

O SINDEP ver resolvida a situação de “injustiça” a que foram submetidos os professores e exige mais respeito e dignidade para com a classe educacional nacional.  Esta organização, que representa a classe docente com mais de 4 mil associados, exige ao Ministério da Educação o cumprimento integral do Estatuto da Carreira do Pessoal Docente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.