CMSV apela a retoma gradual das atividades económicas com a alteração do horário de funcionamento de restaurantes e bares

14/02/2021 21:23 - Modificado em 14/02/2021 21:23
| Comentários fechados em CMSV apela a retoma gradual das atividades económicas com a alteração do horário de funcionamento de restaurantes e bares

O estado de calamidade que vigora na ilha de São Vicente termina esta segunda-feira, 15, sendo que neste sentido a edilidade mindelense, apela ao executivo a abertura dos estabelecimentos de restauração e bares para além das 21 horas, entendendo que as atuais condições não são benéficas para as empresas.

A posição é do presidente substituto da Câmara Municipal de São Vicente, Rodrigo Martins, que entende que durante o período de vigência do estado de calamidade, desde 15 de janeiro, muitas atividades estão sendo afetadas, nos quais os serviços de restauração, bares e não só.

“Entendemos que devem retomar paulatinamente as suas atividades, porque é importante, visto que economicamente as coisas vão-se complicando cada vez mais. Estão limitados e seria positivo que retomassem, obviamente cumprindo de todas as regras de segurança sanitária. Devido a restrição de horários, muitos restaurantes e bares estão parados e achamos que estas atividades devem retomar. Agora nunca pensar em fazer eventos com aglomerações” salienta.

Por outro, lado defende que mesmo com a diminuição dos casos ativos da covid-19, caberá às autoridades de saúde, de acordo com a evolução da situação epidemiológica tomar as melhores decisões, sobre a prorrogação ou não do estado de calamidade.

“Mesmo que for levantado o estado de calamidade, temos que continuar cumprindo com as medidas, porque sabemos que em São Vicente, muitas atividades estão sendo afetadas. Cabe às autoridades, que têm melhores dados, avaliar e tomar a melhor decisão que se pede nesta situação” sustenta. Por fim, o presidente substituto esclarece que nas festividades, eventos que levem a aglomeração, devem continuar suspendidas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.