Navalny: Alemanha, Polónia e Suécia expulsam diplomatas russos em retaliação contra o Kremlin

8/02/2021 17:04 - Modificado em 8/02/2021 17:04
| Comentários fechados em Navalny: Alemanha, Polónia e Suécia expulsam diplomatas russos em retaliação contra o Kremlin
 Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP via Getty Images

A Alemanha, a Polónia e a Suécia expulsaram três diplomatas russos, sob forma de retaliação, depois de o Kremlin ter feito o mesmo, na semana passada, com os seus embaixadores, enquanto o responsável de política externa da UE, Josep Borrell, estava de visita a Moscovo.

Durante o dia de hoje, a Comissão Europeia também fez saber que não lamentava que a primeira visita de Borell, enquanto representante externo do bloco europeu, tenha sido a Moscovo, nem entende que este tenha falhado, pois quem errou foi “a Rússia que podia ter evitado este confronto diplomático”.

“A viagem foi necessária. Não se desiste de uma viagem porque parece difícil”, afirmou o porta-voz da Comissão, Eric Mamer, acrescentando que “uma viagem não se torna um sucesso ou um fracasso com base no que acontece durante um determinado momento.”

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, esclareceu hoje, durante uma conferência de imprensa, que a expulsão dos diplomatas da Alemanha, Polónia e Suécia, acusados ​​por Moscovo de apoio a Alexei Navalny, crítico do Kremlin, ocorreu um dia antes da viagem de Borrell e não durante a sua presença e concluiu: “Não fomos nós a iniciar este confronto.”

Por MultiNews

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.