Carnaval: Câmara da Praia anuncia “espetáculo performativo”. Ministro da Cultura considera “uma provocação”

8/02/2021 15:00 - Modificado em 8/02/2021 15:00
| Comentários fechados em Carnaval: Câmara da Praia anuncia “espetáculo performativo”. Ministro da Cultura considera “uma provocação”

Uma nota divulgada na sexta-feira pela Câmara Municipal da Praia refere que “atendendo à situação da pandemia da covid-19 e antecipando a decisão do Governo de proibir desfiles e festas”, a câmara da capital “em articulação com os grupos de Carnaval da Praia conceberam para assinalar esta festa popular muito acarinhada pelos munícipes uma exposição” alusiva ao tema.

“À exibição de trajes, artefactos e corços carnavalescos, junta-se uma mostra de fotografias e a exibição de conteúdos audiovisuais. Paralelamente, a exposição será abrilhantada com um espetáculo performativo na arena do Parque 5 de Julho, na terça-feira de Carnaval”, comunicou o município da capital.

Abraão Vicente, num post no Facebook, reage ao anúncio feito pela Câmara Municipal da Praia. “Acabo de tomar conhecimento que a Câmara Municipal da Praia irá realizar no dia 16 uma “pequena demonstração” de Carnaval no Parque 5 de Julho. Só pode ser uma provocação”, afirma. O “espirito da lei é claro: estão proibidos qualquer tipo de acções organizadas com vista a celebrar o carnaval no dia 16 de Fevereiro 2021”.

Pelo que apela ao sentido de responsabilidade da autarquia praiense. “Se todos não celebram, ninguém celebra, principalmente quando financiado pelo dinheiro público. E se outras Câmaras Municipais e instituições decidirem fazer “pequenas demonstrações”? Não podemos baixar a guarda contra a covid-19. Vamos celebrar o quê mesmo? As mortes, as famílias enlutadas, as crianças órfãs, os doentes internados nos hospitais”, criticou o ministro da Cultura.

Já o município explica que a pandemia trouxe “enormes constrangimentos e afetou particularmente o setor cultural, deixando os artistas, agentes culturais e suas famílias em situação de extrema vulnerabilidade financeira”.

O Governo cabo-verdiano anunciou na quinta-feira que está “proibida” a realização de qualquer desfile organizado ou espontâneo de Carnaval, bem como festas públicas ou privadas, como prevenção da transmissão da covid-19.

O Governo decidiu proibir os desfiles organizados de rua, bem como as festas em espaços públicos ou privados, promovidas no âmbito do Carnaval ou das celebrações culturais do Dia de Cinzas, o mesmo acontecendo com os desfiles organizados de rua e com as festas em espaços públicos ou privados.

A proibição aplica-se ainda às “manifestações individuais espontâneas” de Carnaval, “sempre que fomentarem a aglomeração de pessoas”. O Governo cabo-verdiano também não vai conceder este ano a habitual tolerância de ponto para o Carnaval e início da Quaresma, a 16 e 17 de fevereiro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.