Migrações: 422 migrantes da Ocean Viking vão desembarcar na Sicília

7/02/2021 21:54 - Modificado em 7/02/2021 21:54
| Comentários fechados em Migrações: 422 migrantes da Ocean Viking vão desembarcar na Sicília

A embarcação Ocean Viking, com 422 migrantes a bordo depois de resgatados no mar ao largo da Líbia, deverá atracar nas próximas horas no porto siciliano de Augusta, na sequência da deterioração das condições meteorológicas.

© Lusa

Segundo a Organização Não Governamental (ONG) SOS Méditerranée, o navio-ambulância deverá chegar a Augusta durante a noite.

A luz verde foi dada pelo Governo italiano horas depois do comunicado desta associação humanitária que fazia referência a uma chamada de Luisa Albera, coordenadora das operações de busca e socorro do navio.

“As 422 pessoas a bordo, das quais bebés, crianças, mulheres grávidas e menores sem acompanhantes têm o mesmo direito de todas as pessoas socorridas em mar alto. Elas devem desembarcar em porto seguro”, disse Luisa Albera, alertando para a degradação das condições climatéricas, com chuva e ventos fortes.

Segundo Luisa Albera, várias pessoas estão com condições precárias de saúde e sob observação permanente.

Oito passageiros testaram positivo à covid-19 e foram isolados com o intuito de evitar a propagação da doença na embarcação.

Desde que retomou as operações marítimas em meados de janeiro, depois de vários meses preso em Itália, o Ocean Viking já resgatou 798 pessoas.

Nos dias 21 e 22 de janeiro, 374 migrantes foram resgatados pela primeira vez no mar, na costa da Líbia, antes de serem desembarcados na Itália, já no porto siciliano de Augusta.

Inicialmente o grupo que se encontra neste momento na embarcação era composto por 424 elementos, que foram resgatados quinta e sexta-feira, contudo duas, uma das quais grávida, foram evacuadas de helicóptero para a ilha de Malta.

De acordo com a Organização Internacional para as Migrações, mais de 1.200 migrantes morreram em 2020 no Mediterrâneo, a grande maioria deles nesta rota central,

Nos últimos dias registou-se um aumento das saídas de embarcações clandestinas de migrantes para o Mediterrâneo. Centenas de pessoas chegaram à ilha italiana de Lampedusa, resgatadas ou pelos seus próprios meios, e dezenas de embarcações foram intercetadas e obrigadas a regressar à Líbia.

Por Lusa

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.