JMN diz que possui experiência suficiente para ser um “bom árbitro”

5/02/2021 00:00 - Modificado em 5/02/2021 00:00
| Comentários fechados em JMN diz que possui experiência suficiente para ser um “bom árbitro”

José Maria Neves considera que o cargo de Presidente da República é um pouco como árbitro, um pouco aquele que vai liderar todos os conflitos existentes no campo político.

“Ele precisa ter experiência de jogador e de treinador para poder ser bom árbitro. Eu acho que no meu percurso político tenho uma grande experiência de jogador. Mas também tenho uma grande experiência como treinador e nos últimos anos adquiri também uma grande experiência de espectador, como o livro demonstra. Por tudo isso, acho que tenho experiência suficiente para ser um bom árbitro”.

A candidatura de José Maria Neves à Presidência da República é “quase certa”, sendo que a única questão que falta é o timing do anúncio e os motivos. “A única questão é o momento em que farei a minha declaração a dizer ‘sou candidato’, por estas e por aquelas razões”.

Para o ex-primeiro ministro, o percurso de um político não é chegar à Presidência, é continuar a caminhar sempre. Não parar. “Não sei se algum dia eu pararei. Se você tiver a ideia da política enquanto espaço de serviço público, você pode servir sem ser Presidente”, refere JMN ao A Nação.

Sobre o livro “Em tempos de pandemia” diz que é um livro de crónicas inspiradas nestes dias de crise provocada pela pandemia de covid-19.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.