Cabo Verde com quebra de 64% no turismo de Cruzeiros

3/02/2021 22:38 - Modificado em 3/02/2021 22:38

Cerca de 48.500 turistas em viagens de cruzeiro visitaram Cabo Verde em 2019, um novo recorde anual, com 149 navios de cruzeiro, segundo a Enapor.

De acordo com o relatório de tráfego anual elaborado pela Enapor – Portos de Cabo Verde, foram movimentados 40 navios de cruzeiro em todo o ano de 2020, metade dos quais e 10.690 turistas no Porto Grande, ilha de São Vicente.

Oito portos de Cabo Verde receberam em 2020 mais de 18 mil turistas em navios de cruzeiro, número que a pandemia de covid-19 reduziu em 63,4% face a 2019, segundo dados oficiais, em relação ao ano de 2019.

Conforme o relatório estatístico de 2019 da empresa pública responsável pela gestão dos portos do arquipélago, os portos cabo-verdianos receberam, no total, 48.495 passageiros de navios de cruzeiro, um aumento de 1.415 face a 2018 (+3%).

No total, oito portos de Cabo Verde receberam, essencialmente no primeiro trimestre de 2020 tendo o país limitado o acesso no resto do ano devido à pandemia – 18.872 passageiros.

 Ainda assim, de outubro a dezembro de 2020 o país recebeu um navio de cruzeiro, quando no mesmo período de 2019 tinha contabilizado 100, e outro no trimestre anterior (julho a setembro).

“Esperamos retomar em outubro e fazer uma temporada 2020/2021 com regularidade, segurança e com muito mais movimento de navios e passageiros de cruzeiros”, aponta o mesmo relatório do Governo.

Já em 2018 os turistas que chegaram a Cabo Verde em navios de cruzeiro tinha batido um recorde, ultrapassando os 47.000. Tratou-se então de um aumento de 10.000 turistas face a 2017 (+24%).

Cerca de 25% do Produto Interno Bruto de Cabo Verde está dependente do turismo, setor que devido à pandemia está praticamente parado desde março, com o arquipélago a viver já uma crise económica e social.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.