Delegacia de Saúde de São Vicente não têm conhecimento da falsificação do resultado de testes para viajar

3/02/2021 16:22 - Modificado em 3/02/2021 16:22

A falsificação do resultado de testes de despistagem à Covid-19 já é uma realidade em Cabo Verde, sobretudo na Praia, isto segundo Ulardina Furtado, delegada de Saúde da Praia. A mesma adiantou à Rádio Pública que diariamente são detetados no Aeroporto da Praia pessoas que tentam viajar com resultados falsos. No caso de S. Vicente, e segundo o delegado de Saúde, não existe conhecimento de casos do género e diz esperar que não se venham a registar.

De acordo com Elísio Silva, as equipas de vigilância no Porto Grande e no Aeroporto Cesária Évora até a data não detectaram situações de pessoas a tentar viajar com resultados falsificados. 

Uma situação que no entanto, segundo o mesmo despoleta preocupações acrescidas e poderá complicar a situação epidemiológica.

Existem pessoas sem exame feito que compram uma declaração falsa com resultado positivo e pessoas positivas que conseguem declarações falsas para viajar.

Por outro lado, Elísio Silva mostrou-se satisfeito com a implementação dos testes rápidos nas viagens interilhas com saídas de Santiago, vincando que durante o período que não havia a obrigatoriedade dos testes, houve pessoas que entraram infetadas na ilha.

A finalizar acrescentou que São Vicente tem mais de 1500 pessoas em quarentena domiciliária e ainda 9 pessoas internadas no Hospital Baptista de Sousa.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.