Forças Armadas de Cabo Verde recebem equipamentos militares e 10 mil máscaras de proteção à covid-19

2/02/2021 00:06 - Modificado em 2/02/2021 00:06

A Marinha Portuguesa ofereceu equipamentos militares e 10 mil máscaras de proteção à covid-19 às Forças Armadas de Cabo Verde, para reforçar as capacidades sobretudo da Guarda Costeira.

Entre os equipamentos oferecidos a Cabo Verde estão dois botes e motores para os fuzileiros da Guarda Costeira, material de mergulho e 10 mil máscaras de proteção individual à covid-19.

Os materiais militares e as máscaras chegaram a Cabo Verde a bordo do navio hidrográfico da República Portuguesa “Almirante Gago Coutinho”, que se encontra no país no âmbito da iniciativa Mar Aberto.

Para o director nacional da Defesa, Armindo Miranda, essa cooperação com Portugal tem estado a dar bons furtos.

“Esses equipamentos são escassos aqui no mercado e a Marinha Portuguesa, com contactos que tem a nível da Europa e dos seus parceiros, tem conseguido alguns desses materiais, que carinhosamente tem-nos oferecido e nos ajudado, para que possamos estar junto a trabalhar na segurança do corredor atlântico e também para que possamos ter os nossos profissionais protegidos”, salientou o coronel cabo-verdiano.

A iniciativa Mar Aberto visa contribuir para o esforço integrado de obtenção de conhecimento situacional marítimo, desenvolvimento científico e segurança cooperativa da comunidade internacional na região central do Oceano Atlântico.

A entrega dos materiais foi feita, na cidade da Praia, pelo embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Moniz, ao diretor nacional da Defesa de Cabo Verde, Armindo Miranda.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.