Frescomar: SIACSA pede tranquilidade aos trabalhadores garantindo que não vai haver mais despedimentos

20/01/2021 17:11 - Modificado em 20/01/2021 17:11
| Comentários fechados em Frescomar: SIACSA pede tranquilidade aos trabalhadores garantindo que não vai haver mais despedimentos

O presidente do Sindicato de Indústria Alimentação Construção Civil Agricultura e Florestas, Serviços Marítimos e Portuários (SIACSA), Gilberto Lima, instou os trabalhadores da Frescomar a manterem-se tranquilos, uma vez que, por agora, não vai haver mais despedimentos.

Gilberto Lima tranquilizou os trabalhadores assegurando que em breve o governo vai firmar o acordo de derrogação das normas de origens com a União Europeia (UE).

“Os trabalhadores da Frescomar estão com medo, porque na verdade estão em risco de perder os seus postos de trabalho e o ganha-pão para as suas famílias. Mas na verdade é um pânico que foi criado, porque este acordo será reafirmado dentro de poucos dias”, garantiu em declarações a Rádio Pública.

É neste contexto que, segundo o mesmo, estão a dizer às pessoas da Frescomar para se “manterem tranquilas, pois brevemente vai ser reafirmado o contrato, que irá ter vantagens nele porque não perderão os empregos, pelo menos agora.

Para o SIACSA o país precisa reunir competências e criar condições para gerir os recursos marinhos e ser o próprio a realizar vendas para a UE.

“Mas pelo menos esta última vez, Cabo Verde tem que ter competência para gerir o seu mar, a nível de pesca, para vender ele mesmo o seu produto à UE. Por isso não faz sentido no momento, passando tanto tempo, para ainda não termos criado condições, para fazer isso e temos condições de fazê-lo. Espero que o governo faça este papel em 2022.” arrematou.

De realçar que de acordo, com informações avançadas pelo Sindicato da Indústria, Comércio e Serviços (SICS), a Frescomar já pôs fim ao contrato com 104 trabalhadores, indicando que até final desta semana, um total de 600 trabalhadores poderão ser despedidos, em consequência da não renovação do contrato de derrogação das normas de origem entre Cabo Verde e a União Europeia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.