Andebol: Covid-19 obriga seleção cabo-verdiana a desistir do Mundial do Egito

18/01/2021 15:12 - Modificado em 18/01/2021 15:37
| Comentários fechados em Andebol: Covid-19 obriga seleção cabo-verdiana a desistir do Mundial do Egito

A seleção de Cabo Verde foi obrigada a cancelar o jogo de domingo frente à Alemanha, a contar para o grupo A do Mundial de Andebol que decorre no Egito, devido a dois casos positivos de Covid-19 e informou a Federação Internacional (IHF) que vai retirar-se da competição.

A seleção nacional já tinha visto ser-lhe ontem atribuída derrota por 0-10 frente aos alemães por não ter conseguido reunir o mínimo de 10 atletas para jogar, avisando que não o conseguiria fazer também frente ao Uruguai, na terça-feira.

“Cabo Verde informou, oficialmente, a Federação Internacional de Andebol (IHF) que desiste do evento. A IHF aceitou a desistência, que salvaguarda a saúde de todos os participantes do Mundial”, indicou o organismo regulador da modalidade, em comunicado.

A IHF anunciou no domingo o cancelamento do jogo entre Alemanha e Cabo Verde, que disputava pela primeira vez o campeonato do mundo, uma vez que a seleção cabo-verdiana não dispunha do número mínimo de 10 jogadores para iniciar o encontro, depois de ter perdido na estreia, com a Hungria, por 34-27.

A IHF explicou ainda que os jogos já marcados serão também contados como derrotas por 0-10, com os adversários a ganharem dois pontos e que estão a ser tomadas providências para que a seleção cabo-verdiana possa regressar a casa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.