Decretado estado de calamidade em São Vicente

15/01/2021 13:04 - Modificado em 15/01/2021 13:04
| Comentários fechados em Decretado estado de calamidade em São Vicente

O ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, anunciou esta manhã que o Governo decidiu colocar a ilha de São Vicente sob estado de calamidade devido a situação epidemiológica atual da ilha, principal foco de propagação da doença no país.

O anúncio feito esta manhã, em conferência de imprensa, no Palácio do Governo, na cidade da Praia, onde o ministro explicou que a decisão teve por base “o agravamento da situação sanitária” relacionada com a COVID-19. “O quadro epidemiológico justifica a elevação para a situação de calamidade”, aclarou Paulo Rocha.

Nesse sentido o ministro anunciou que o governo decidiu decretar o estado de calamidade em São Vicente. “Na prática esta declaração traduz-se na adopção de medidas restritivas de actividades que propiciam o ajuntamento de pessoas”.

O ministro, destacou ainda o número de casos que tem vindo a aumentar, o que já tinha levado o delegado de saúde a pedir que o estado de calamidade fosse declarado na ilha.

Por sua vez a ilha do Fogo passa de estado de calamidade para estado de contingência. Com base nessa avaliação “constata-se a evolução positiva” na ilha do Fogo bem como a “manutenção dos principais indicadores na globalidade do país” tendo em conta o período festivo do Natal e passagem de ano.

“Finda a vigência da resolução de 15 de dezembro e de forma a garantir a manutenção das medidas de prevenção que se continuam a justificar, entende o governo que a evolução registada na ilha do Fogo permite que seja decretada a situação de contingência na ilha, assim como prorrogar esta situação nas demais ilhas do país, [à exceção de S. Vicente]”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.