Andaluzia. Fábrica de tabaco ilegal produzia 1 milhão de cigarros por dia

4/01/2021 23:27 - Modificado em 4/01/2021 23:28
| Comentários fechados em Andaluzia. Fábrica de tabaco ilegal produzia 1 milhão de cigarros por dia

A polícia nacional deteve 12 pessoas, incluindo trabalhadores que vivam escondidos no local.

Uma organização criminosa geria, a partir de uma vila luxuosa, em Sevilha, uma fábrica de tabaco ilegal capaz de produzir um milhão de cigarros por dia. Para esse feito, o grupo explorava trabalhadores que viviam em quartos sem janelas nos “centros de operação” em Marchena, Écija e Lucena.

A investigação, conta o La Vanguardia, foi levada a cabo pela Autoridade Tributária e a Polícia Nacional e resultou em 12 detenções – de nacionalidade espanhola, bielorrussa e ucraniana – 45.500 maços, 4.200 quilos de tabaco de corte fino destinado a cigarros de enrolar e 10.320 de folhas de tabaco.

Também foi apreendida maquinaria para a fabricação dos cigarros, vários veículos – um camião, uma carrinha e dois automóveis de gama alta, telemóveis, documentos e aparelhos informáticos. Tudo avaliado em cerca de 1,5 milhões de euros, segundo informou a Polícia Nacional espanhola.

As investigações tiveram início quando foi detetada a comercialização de tabaco, depois disso os investigadores perceberam que poderia existir uma fábrica numa cidade andaluza. As primeiras investigações levaram a Marchena e depois as restantes.

Todas as ações, como os detidos e as mercadorias apreendidas, foram colocadas à disposição do Tribunal de Instrução nº 1 de Marchena e não estão, para já, descartadas novas detenções.

Em Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.