Covid-19: Cabo Verde autoriza testes rápidos para entrada no país

17/12/2020 22:58 - Modificado em 17/12/2020 22:58
| Comentários fechados em Covid-19: Cabo Verde autoriza testes rápidos para entrada no país

O Governo cabo-verdiano autorizou o recurso a testes de antigénio para deteção do novo coronavírus a passageiros que queiram entrar no país, ficando isentos de apresentação do teste PCR.

O executivo considera que a disponibilização de testes rápidos de antigénio “constitui um importante passo para o reforço do controlo da pandemia e para a vigilância epidemiologia”, por “permitir reduzir substancialmente o tempo de diagnóstico (1-2 horas no máximo)”, comparativamente com o teste de PCR, cujos resultados não são conhecidos em menos de 24 horas.

Os testes por PCR, ou testes moleculares, pesquisam ácido ribonucleico (RNA) do genoma do vírus SARS-CoV-2 para confirmar se, no momento de realização do teste, existe infeção, sendo conhecidos pela recolha de amostras através do nariz, com recurso a uma zaragatoa.

Já os testes rápidos de antigénio pesquisam se o vírus está presente no organismo, com uma infeção ativa, ao procurar proteínas específicas do SARS-CoV-2, aquando da sua realização, custando cerca de 20 euros para resultados que podem ser conhecidos em pouco mais de 30 minutos.

Nisto, o director nacional de Saúde, Jorge Barreto, assegura que vai facilitar a vinda de turistas para o nosso país, visto que sobretudo na Europa o teste PCR tem custo elevado.

No entanto, reconhece que há algum risco nesta medida, mas o mesmo que teria na espera de 3 dias pela resposta dos testes PCR, tempo que poderá ocorrer a infeção.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.